Águas de Holambra faz campanha para aumentar doação de sangue

Para celebrar o Dia Nacional do Voluntariado (lembrado em 28 de agosto), a Águas de Holambra está realizando uma campanha para estimular a doação de sangue. Além de motivar os seus profissionais a doarem sangue, a concessionária está convidando também a comunidade para participar. Como a doação ocorre no Centro de Hematologia e Hemoterapia da Unicamp, em Campinas, a empresa está oferecendo, na próxima quinta-feira, 30/08, toda a infraestrutura: café da manhã aos voluntários e transporte de ida e volta até o local de doação. Os interessados devem se inscrever pessoalmente na sede da Águas de Holambra (que fica na ETA Tulipas – Rua Petúnia, 14), pelo telefone 3802-4542 ou pelo e-mail maria.draheim@aegea.com.br

Segundo Maria Aparecida Draheim, coordenadora de Responsabilidade Social da concessionária, desde o início do mês, os colaboradores estão sendo sensibilizados e estimulados à doação. Para não afetar a rotina operacional, eles farão a doação de forma escalonada, ao longo de toda a semana. “No dia 30/08, abrimos dez vagas para a comunidade. Quem quiser se juntar a nós nessa corrente de solidariedade e ajudar a salvar vidas, é só se inscrever. O ponto de encontro será na sede da concessionária. Os voluntários receberão café da manhã, serão transportados até o Centro de Hematologia e Hemoterapia da Unicamp, em Campinas, e depois serão trazidos de volta para as suas casas, pois, de acordo com a legislação, no dia de doação, a ausência no trabalho será abonada”, explica Maria Aparecida.

Na Águas de Holambra, a campanha está sendo promovida pela área de Responsabilidade Social e a sensibilização aos colegas de trabalho está sendo conduzida por profissionais da área de EHS (Health, Safety and Environment – Saúde, Segurança e Meio Ambiente), por meio do Programa Interage, que é desenvolvido em todas as empresas da Aegea Saneamento, hoding que administra a concessionária.

De acordo com o Hemonúcleo, a cada doação, o doador ajuda pelo pelo menos três pacientes. O sangue coletado é processado dentro de rigorosos critérios técnicos, separado em componentes e examinado em modernos laboratórios. Em seguida, o conteúdo é distribuído gratuitamente aos hospitais públicos e filantrópicos da região, proporcionando segurança e tranquilidade à população.

Para ser um Doador:

Não estar em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos e, após o almoço, aguardar três horas

Pesar, no mínimo, 55 quilos. Estar descansado. Não fumar até duas horas antes e duas horas depois da doação. Maiores de 60 anos, se a doação for pela primeira vez, obrigatoriamente, o doador deverá estar acompanhado. Ter entre 18 e 69 anos; serão aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 (dezesseis) e 17 (dezessete) anos, com o consentimento formal e presencial do responsável legal, para cada doação.

Não pode doar sangue a pessoa que:

Estiver com gripe, resfriado ou infecção acompanhado de febre. For portadora de sífilis (cancro), malária (maleita) ou doença de Chagas. For alcoolista crônico, ou tenha ingerido bebida alcóolica nas últimas 12 horas (prazos inferiores e consumo de pequenas quantidades, devem ser avaliados pelo profissional da triagem). Tiver sido exposto a situações de risco para doenças sexualmente transmissíveis. Tenha contraído Hepatite após os 11 anos de idade. Tenha realizado endoscopia há menos de seis meses. Estiver grávida, em período de até três meses, pós-parto ou se estiver amamentando.

Importante: Para doação é obrigatória a apresentação de documento de identificação com fotografia, emitido por órgão oficial, preferencialmente o RG ou CNH, e a informação do endereço completo, inclusive o CEP.

  

Comentários