fbpx

Análise da pista antecede recapeamento da Avenida Nico Lanzi

Uma equipe realizou nesta quarta-feira, dia 15 de junho, estudo técnico que precede o início das obras de recuperação da Avenida Nico Lanzi, para avaliação das condições do pavimento. O serviço foi realizado pela Renovias, concessionária que administra rodovias, e pela Construtora Scala Guaçu, por solicitação da Secretaria de Obras e Viação.

O procedimento é denominado Ensaio de Deflexão por Viga Benkelman e mostra a situação da pavimentação atual para evitar problemas quando começar o recapeamento da avenida. O equipamento é da Renovias, que o utiliza em rodovias, e faz as leituras de 20 em 20 metros de cada lado da pista de mão dupla.

A Scala Guaçu cedeu o caminhão preparado com 8 toneladas de carga sobre o eixo traseiro e 80 libras de pressurização nos pneus. O instrumento usado no ensaio funciona alinhado com o caminhão e acusa espessuras e deformidades da camada asfáltica que não são visíveis.

A Renovias vai gerar um relatório com os dados coletados para a SOV avaliar se há ou não necessidade de correções para o recape. Além de nova camada asfáltica, a Avenida Nico Lanzi receberá infraestrutura de guias e sarjetas e caixas de inspeção e captação de galerias pluviais.

As obras serão iniciadas depois de concluído o recapeamento da Avenida Padre Jaime, que se aproxima da fase final entre o Jardim Itamaraty e o Jardim Selma. A Nico Lanzi é a última a ser recuperada na segunda fase de obras de recapeamento das principais vias de Mogi Guaçu, que começou pela Avenida Suécia e incluiu a Rua Paula Bueno antes da Padre Jaime.

O investimento total é de 2.974.520,54, sendo R$ 2,5 milhões repassados pelo Governo do Estado e o restante em contrapartida da Prefeitura.

Matéria: Prefeitura de Mogi Guaçu

  

Comentários