Administração inicia projeto de informatização da rede de saúde

A Secretaria de Administração iniciou a implantação do projeto que irá informatizar toda a rede municipal de saúde, incluindo todas as Unidades Básicas de Sáude, o CAIS (Centro de Atenção Integral a Saúde) e o Hospital Municipal. O trabalho está sendo comandado pelo secretário da pasta, Wagner Lourenço, junto com o Departamento de Tecnologia da Informação da Prefeitura.

Dividido em duas fases de implantação, o projeto tem como principais objetivos e melhorias, a segurança no atendimento do paciente, agendamentos de consultas entre uma unidade e outra por meio digital, prescrições digitalizadas, planejamento de compras e otimização no controle de estoque.

Na primeira etapa serão implantados o cadastro digital de pacientes e a emissão de fichas informatizadas nas UBS, semelhante ao que já ocorre hoje no Hospital,  o agendamento online entre os postos de saúde e o CAIS, a informatização da dispensação de medicamentos, a prescrição online de medicamentos e exames para os pacientes internados no Hospital Municipal e a otimização do controle de estoques dos almoxarifados, farmácias e Unidades Básicas de Saúde. “Na segunda fase daremos continuidade à integração dos demais setores da saúde com o objetivo de alcançar o prontuário eletrônico do paciente, prescrições de exames e medicamentos, receituário e resultados de exames online. Tudo isso fará com que nosso atendimento seja ainda melhor, pois os profissionais terão acesso a todo o histórico do paciente de qualquer unidade de atendimento do município”, destacou Lourenço.

Os investimentos necessários para a informatização da rede de saúde incluem aquisição de computadores, impressoras e leitores ópticos, implantação de pontos de rede em todos os consultórios, contratação do sistema e treinamento de todos os funcionários. Um novo servidor de dados e aplicativos já foi adquirido e já está em funcionamento.

A previsão é que a primeira fase do projeto esteja em pleno funcionamento no mês de agosto de 2019. A conclusão de toda a implantação deve ocorrer até o fim desse ano e início de 2020.

 


Comentários