Inventário Florestal aponta 11% de vegetação nativa em Engenheiro Coelho

O novo Inventário Florestal do Estado de São Paulo aponta que o estado possui 5.670.532 hectares de vegetação nativa em vários estágios de recomposição, uma área equivalente a 22,9% do território paulista.

Já no município de Engenheiro Coelho, a cobertura vegetal chega a 1.206 hectares. O inventário foi divulgado na última quinta-feira (23) pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA).

O mapeamento da cobertura vegetal nativa do Estado de São Paulo acontece de 10 em 10 anos, sob a participação de uma empresa especializada e responsabilidade científica do Instituto Florestal (IF). No último mapeamento realizado em 2010, foram registrados 17,5% do estado com vegetação nativa.

Neste ano, seus dados mostram que os hectares de vegetação nativa equivalem a 22,9% do território paulista. Sendo assim, em dez anos, São Paulo aumentou em 4,9% a cobertura de áreas do tipo. Até a década de 1990, estado registrava déficits.

O levantamento atual utilizou satélites com alta resolução espacial, que conseguem aferir detalhes da superfície terrestre e detectaram 185 mil fragmentos a mais que o mapeamento anterior, por conta da precisão de detecção.

Em termos de crescimento líquido, estima-se um aumento de aproximadamente 214 mil hectares em 10 anos.

Desde o primeiro levantamento florestal, feito em 1990, o Inventário tem fornecido suporte científico fundamental para o desenvolvimento sustentável de projetos e intervenções de base florestal, feitos pelos agentes econômicos e gestores públicos.

Dos 645 municípios paulistas, 48 encontram-se em gradientes acima de 50% do território coberto com vegetação nativa, 151 na faixa entre 20% e 50%, 97 entre 15% a 20%, 216 entre 10% e 15% e 133 estão com menos de 10% de cobertura vegetal nativa.

Há uma grande heterogeneidade na ocupação espacial do território paulista, o que exige políticas diferenciadas para cada região.

Engenheiro Coelho contém 11% do seu território coberto com vegetação nativa, o tornando na classificação laranja do inventário. Sua superfície é de 10.991 hectares e sua cobertura vegetal nativa é de 1.206 hectares.

O Inventário Florestal  2020 constitui a base de dados oficial para a gestão dos ativos florestais no Estado de São Paulo, imprescindível para guiar as políticas públicas de proteção e conservação de nossa biodiversidade, ao mesmo tempo que orienta as ações do licenciamento e da fiscalização ambiental.

Assegura ao setor público, aos proprietários rurais e à sociedade civil as condições indispensáveis de segurança jurídica e orientação prospectiva da política pública de desenvolvimento sustentável, com respeito à biodiversidade e às urgentes ações de resiliência climática.

  

Comentários