Saúde convoca reunião de emergência devido a risco de novo surto de dengue em Mogi Guaçu

A Secretaria Municipal de Saúde convocou reunião para a manhã desta quinta-feira, dia 30, entre secretários, funcionários da saúde, gestores, o prefeito Walter Caveanha e o vice-prefeito Daniel Rossi, para discutir ações de contenção dos casos de dengue.

Em 2020 foram confirmados 67 casos até o final da tarde de quarta-feira, dia 29. Mas, o número alto de notificações e a elevação de pacientes confirmados em cidades vizinhas geraram a preocupação quanto ao risco de uma nova epidemia, se providências não forem tomadas.

As ações começaram imediatamente com a intensificação das campanhas do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde para que o cidadão possa se prevenir. A melhor forma de prevenir a dengue é contando com a colaboração da população para que elimine pontos de água acumulada, onde o Aedes aegypti se desenvolve até a fase adulta.

Além da divulgação em todos os canais da Prefeitura de Mogi Guaçu, folhetos contendo dicas de prevenção serão distribuídos em prédios públicos, unidades de saúde, estudantes da rede pública e também haverá distribuição casa a casa.

O trabalho se estenderá com ações nos bairros e com a eliminação dos pontos de descarte de entulho. São nesses locais que todo e qualquer tipo de recipiente pode gerar o acúmulo de água, o que torna um fator determinante para o surgimento de larvas do Aedes.

Com o aumento das chuvas neste período de calor, é importante que os cuidados com potenciais acumuladores de água sejam redobrados. Mantenha seu quintal limpo e descarte o lixo corretamente, evitando assim a proliferação do mosquito e da doença.

O morador que apresentar sintomas como febre, dores musculares, dor no fundo dos olhos e manchas vermelhas ao longo do corpo deve procurar imediatamente o posto de saúde mais perto de sua residência para realizar o exame de sangue.

Evite se automedicar, pois pode agravar os sintomas do infectado e tornar sua recuperação complicada.

 

 


Comentários