TAXA DE ISOLAMENTO SOCIAL EM MOGI GUAÇU ESTÁ MAIS BAIXA

Com o retorno das atividades em cinco áreas da cidade, as taxas de isolamento voltaram a cair em Mogi Guaçu. A média dos últimos sete dias foi de apenas 43%.

É importante ressaltar que a reabertura só é possível por conta do Plano São Paulo, já que a região de São João da Boa Vista, na qual Mogi Guaçu pertence está na fase 2 e ficou habilitada a retomar alguns setores comerciais.

Porém, se o número casos confirmados, óbitos e índice ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) subirem, o comércio e shoppings serão fechados novamente e isso pode ser feito em qualquer momento.

A secretária de Saúde, Clara Carvalho, solicitou que as pessoas fiquem em casa, já que não há meios legais de multar os munícipes que decidem transitar.

“Temos apenas uma lei que obriga usar máscaras, mas ela não nos diz como multar quem não a cumprir. Nós só podemos pedir que as pessoas fiquem em casa, que só saiam se for realmente necessário e convencer a quem não acredita na epidemia a permanecer em casa. É muito difícil fazer a quarentena, mas é a única saída que temos”, afirmou Clara.

Hoje, o município registra 276 casos confirmados e 12 óbitos, sendo que um deles é de outra cidade, mas foi tratado em um hospital local. O número de mortes em decorrência da doença cresceu durante o feriado e Mogi Guaçu registrou quase um óbito por dia.

Vale ressaltar que os resultados dessa semana ainda não refletem a reabertura do comércio, já que a doença possui um ciclo de 14 dias. A partir da semana que vem, estes reflexos devem começar a aparecer.
Portanto, fiquem em casa e saiam apenas em caso de necessidade. Se saírem, utilizem a máscara e mantenham sempre distância das outras pessoas. Faça constantemente a higiene das mãos e evite coloca-las na boca, nariz e olhos.

  

Comentários