Artur Nogueira sai na frente e vacina 1ª criança contra a Covid-19

Vitória de 11 anos recebeu o imunizante pediátrico nesta segunda-feira (17); Nogueirense foi uma das primeiras crianças vacinadas na RMC

Artur Nogueira foi uma das primeiras cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) a iniciar a vacinação em crianças contra a Covid-19. Nesta segunda-feira (17), a cidade saiu na frente e comemorou mais uma fase na luta contra o coronavírus.

A estreante mirim foi Vitória, de 11 anos, que disse que estava ansiosa pelo momento. “Não via a hora de me imunizar”, exclamou. Ela tem comorbidade e faz parte do público infantil que tem prioridade na campanha vacinal.

O prefeito Lucas Sia (PSD) manifestou sua alegria nas redes sociais. “Quanta emoção. O nome da pequena Vitória não poderia ser mais propício nesse momento de luta contra a Covid-19. Parabéns a ela e aos pais que incentivaram a filha a se proteger”, afirmou o chefe do Poder Executivo Municipal.

Hoje (17), foi liberada para vacinação a faixa etária de 9 a 11 anos. Para terça-feira (18), a Secretaria de Saúde irá anunciar, ainda nesta segunda-feira (17), a ampliação das idades através dos meios oficiais de Comunicação da Prefeitura de Artur Nogueira.

A aplicação dos imunizantes pediátricos está acontecendo em 2 diferentes pontos da cidade, a sala de vacinação da UBS Terezinha Vicensotti e o Espaço Mãe e Filho. O atendimento ocorre das 9h às 11h e de 13h às 14h.

PRÉ-CADASTRO
O pré-cadastro é opcional e não é um agendamento, mas agiliza o atendimento nos locais de imunização, evitando filas e aglomerações. Para cadastrar os filhos, os pais ou responsáveis devem acessar o site do “Vacina Já”, clicar no botão “Crianças até 11 anos” e preencher o formulário online.

Caso não consigam realizar o pré-cadastro, os pais e mães não precisam se preocupar, pois a vacinação também será feita mesmo sem ele, com realização do cadastro completo presencialmente na unidade de vacinação.

O QUE LEVAR?
Para a criança se vacinar, será necessária a apresentação de CPF, certidão de nascimento ou RG e comprovante de residência. Além disso, é preciso que ela esteja acompanhada do pai/mãe ou do representante legal ou apresentar o termo de assentimento.

Após a aplicação da vacina, a criança deverá aguardar no local por 20 minutos para que a equipe médica avalie alguma possível reação do imunizante.

INTERVALO
Segundo a Vigilância Sanitária (VISA), a vacina da Covid-19 pediátrica deve respeitar o intervalo de 14 dias para aplicação de qualquer outra vacina. E o intervalo entre uma dose e outra será de 8 semanas.

CRIANÇAS ACAMADAS
A Secretaria de Saúde orienta que os familiares das crianças acamadas devem procurar as unidades de vacinação para o agendamento da vacinação em casa.

LISTA DE COMORBIDADES
Insuficiência cardíaca
Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
Cardiopatia hipertensiva
Síndromes coronarianas
Valvopatias
Miocardiopatias e pericardiopatias
Doenças da aorta, grandes vasos e fístulas arteriovenosas
Arritmias cardíacas
Cardiopatias congênitas
Próteses e implantes cardíacos
Talassemia
Síndrome de Down
Diabetes mellitus
Pneumopatias crônicas graves
Hipertensão arterial resistente e de artéria estágio 3
Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
Doença cerebrovascular
Doença renal crônica
Imunossuprimidos (incluindo pacientes oncológicos)
Anemia falciforme
Obesidade mórbida
Cirrose hepática
HIV

  

Comentários