OR – Consórcio PCJ promove reunião do grupo de trabalho de combate à espécie invasora em matas ciliares nas Bacias PCJ

 

 

A  Secretaria de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba sediou reunião do grupo de trabalho de combate a espécies de árvores invasoras nas Bacias PCJ – Rios Piracicaba, Capivari e Judiaí.

No encontro, a empresa contratada atualizou sobre o andamento dos estudos, o levantamento bibliográfico de remoção e controle das leucenas, além de pesquisa sobre legislações que tratam sobre o tema.

Ainda foi apresentada a proposta de um projeto de divulgação e sensibilização da comunidade sobre o tema, que pretende englobar ações em mídias sociais, outdoors e camisetas para elucidar sobre o impacto das leucenas ao ecossistema, em especial às matas ciliares.

A conclusão do estudo que irá expor técnicas de remoção e controle de leucenas, como também propor destinação ambientalmente indicada para a sua madeira, extraída da remoção das áreas de manejo, se dará com a entrega do relatório final, em fevereiro, pela Propark.

A espécie Leucaena leucocephala é proveniente da América Central, mas se espalhou por diversas regiões do Brasil, fato que provocou a abertura de debate sobre a presença dessas árvores na fauna nacional e seus impactos.

A leucena invade os mais variados tipos de ambientes e ecossistemas, sendo bastante preocupante sua capacidade de se estabelecer e dominar rapidamente áreas da Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica.

Nesses locais, a leucena forma verdadeiros “desertos verdes”. Ela impede que a riqueza e diversidade vegetal da área se restabeleçam e consequentemente de toda a vida animal que depende dessas plantas como fonte de alimento, abrigo e refúgio, comprometendo assim, todos os processos ecológicos naturais.

O Consórcio PCJ, fundado em 1989, do qual Pedreira faz parte através do Rio Jaguari, é uma associação civil de direito privado, composta por 40 municípios e 24 empresas associados, que atua como uma agência de fomento, planejamento e sensibilização, com o objetivo de recuperar e preservar os mananciais, além de discutir a implementação de políticas públicas voltadas à gestão da água.

 


Comentários