fbpx

Criadores de Angus participam de projeto

AML Agropecuária – Estância do Cerro Chato, Cabanha Catanduva, Cabanha Santo Antão, Cabanha Umbu, Cia Azul Agropecuária, Estância Santa Thereza, Fazenda da Barragem e Reconquista Agropecuária, todos criadores de Angus, participaram, ontem, do treinamento para o Projeto SaniGene, realizado pelos pesquisadores Dr. Fernando Cardoso e Dra. Cláudia Gulias Gomes, da Embrapa Pecuária Sul (Bagé, RS).

carne-angus

Essa iniciativa objetiva a identificação de animais resistentes ao carrapato a partir do uso de seleção genômica (análise de DNA dos bovinos), a mais moderna tecnologia genética disponível no país e no mundo.

“É um projeto importante que ainda está em sua fase inicial. A longo prazo nos fornecerá um recurso a mais para selecionar animais resistentes ao carrapato, problema sério em algumas regiões do Rio Grande do Sul. Sem dúvidas, é uma iniciativa interessante para o futuro”, ressalta Fabiana Gomes, diretora da Cabanha Catanduva (Glorinha, RS), que participou do treinamento.

Nessa primeira etapa, os criadores de Angus passaram por treinamento para padronização das contagens e esclarecimento de cuidados a ser tomados na coleta de dados.

A partir destes dados serão geradas avaliações genômicas para os animais participantes do projeto e futuramente poderá ser gerado um Sumário Genômico de Touros pais Angus e painéis de marcadores para seleção de animais jovens sem mais a necessidade de expor estes ao parasitismo.

O Dr. Fernando Cardoso, pesquisador da Embrapa Pecuária Sul e um dos responsáveis pelo Projeto SaniGene, ressalta que com as informações dos animais Angus (contagem e sangue coletado) será estudado o código genético destes animais, incluindo avaliação da resistência ao parasita. “Deveremos ter os primeiros resultados dessa avaliação em até dois anos”, explica o especialista.

Como parte do trabalho, a Embrapa Pecuária Sul também monitorará parasitas que causam a Tristeza Parasitária Bovina, para tentar relacionar a resistência ao carrapato com a resistência à TPB.

  

Comentários