Holambra conquista certificação do programa Município Verde Azul

Holambra conquistou pela quarta vez em sua história o Selo Município Verde Azul, certificação do Governo de São Paulo que qualifica as ações de preservação ambiental dos municípios com o objetivo de estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do Estado.

Recebem o selo da iniciativa cidades que atingem 80 ou mais pontos ao preencherem requisitos pré-definidos como arborização urbana, educação ambiental, esgoto tratado, qualidade do ar e uso do solo. Holambra somou 81,89 na última avaliação do programa, referente ao ciclo de 2019.

“Tenho muito orgulho desta conquista. Holambra recebeu por quatro vezes esta certificação, todas nesta administração. Nunca antes havíamos atingido essa marca. Quando assumimos, o município estava entre os 40 piores do Estado de São Paulo”, destaca o prefeito Fernando Fiori de Godoy.

No início do ano, quando o ranking ambiental paulista foi divulgado, a pontuação do município era de 79,86, o que levou o departamento municipal de Agricultura e Meio Ambiente a solicitar a reavaliação dos dados. “Identificamos que algumas ações enviadas ao programa não receberam pontuações e, de acordo com a resolução estadual, entramos com recurso”, explicou o diretor da pasta, Nilson Marconato. “Após recontagem, subimos 2,03 pontos e conquistamos a certificação. Assim que os dados forem atualizados no sistema do Estado, saberemos qual a nossa posição no ranking geral”.

Além do reconhecimento formal do governo estadual pelas ações voltadas à conservação hídrica e do meio ambiente, a classificação garante ao município prioridade na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição, o FECOP.

“O resultado é muito significativo e deve ser celebrado. Mas o trabalho não para. Já começamos a promover, para o próximo ciclo, reuniões com todos os setores que atuam direta ou indiretamente nas ações avaliadas pelo Programa Município VerdeAzul”, explica o diretor. “A expectativa é manter a certificação e avançar ainda mais no ranking dos municípios paulistas”.

 

Programa Verde Azul

Lançado em 2007 pelo Governo do Estado, o Programa Município Verde Azul (PMVA) tem o inovador propósito de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental.

As ações propostas pelo PMVA compõem as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental local, abrangendo os seguintes temas estratégicos: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental.

Para a realização do seu objetivo, o PMVA oferece capacitação técnica aos interlocutores indicados pela municipalidade e, ao final de cada ciclo anual, publica o “Ranking ambiental dos municípios paulistas”.

 

Histórico recente e atualizado de colocações:

2011 – 586ª posição

2012 – 607ª posição

2013 – 450ª posição

2014 – 339ª posição

2015 – 118ª posição (Selo Município Verde Azul)

2016 – 68ª posição (Selo Município Verde Azul)

2017 – 25ª posição (Selo Município Verde Azul)

2018 – 74ª posição

2019 – 81,89 pontos – posição ainda não atualizada (Selo Município Verde Azul)

  

Comentários