JAGUARIÚNA FECHA OUTUBRO COM 1,2 MIL VAGAS DE EMPREGO CRIADAS NO ANO

Jaguariúna fechou o mês de outubro com a criação de mais 128 vagas formais de trabalho, com carteira assinada. Com esse resultado, a cidade soma um total de 1.251 postos criados de janeiro a outubro deste ano, registrando saldo positivo em todos os meses.

Os dados foram divulgados pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Previdência, divulgados nesta semana.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social de Jaguariúna avalia que os números estão dentro do previsto para o ano e que devem aumentar nos meses de novembro e dezembro, com as festas de Natal e Ano Novo, onde há a contratação de trabalhadores temporários.

Em todo o país, foram criados 159.454 postos de trabalho em outubro, resultado de 1.789.462 admissões e de 1.630.008 desligamentos de empregos com carteira assinada, segundo o Caged. No acumulado deste ano, o saldo é de 2.320.252 novos trabalhadores no mercado formal.

CRIAÇÃO DE EMPREGOS EM JAGUARIÚNA – 2022                                                                                         

Mês                      Admissão            Demissão           Saldo   

Janeiro                 1.208                     1.183                     25

Fevereiro            1.276                    1.223                     53

Março                   1.305                     1.267                     38

Abril                      1.296                     1.158                     138

Maio                     1.411                     1.125                     286

Junho                   1.291                     1.209                     82

Julho                    1.312                     1.157                    155

Agosto                 1.352                     1.207                    145

Setembro           1.241                    1.040                    201

Outubro              1.201                    1.073                    128

Total:                   12.893                   11.642                 1.251

 

Redação: O Regional

  

Comentários