Meno cria uma “ópera rock caipira” em seu terceiro disco

“Nasceu o moleque Dico,

nasceu de Maria Antônia,

nasceu de Seu Cassemiro,

nasceu pra virar história”.

Meno traz a Itapira o lançamento do seu terceiro álbum, chamado “Barriga de 7 Janta”. O show acontece na FEPASA, no domingo, dia 17/07 a partir de 16h com entrada gratuita. No palco, a banda é formada por: Meno (violão e voz), Otavio Carvalho (baixo), Allen Alencar (guitarra), Marcelo Effori (bateria). Haverá a participação especial de Zé Pi, músico e irmão mais novo do Meno, que lançou ano passado um dos discos mais elogiados do ano, “Rizar”. Os dois são bisnetos de Menotti del Picchia, poeta modernista, nascido em Itapira. No show, inclusive, os irmãos vão cantar a música Pigarço, que está no “Barriga” e é uma adaptação de um poema de Menotti. Ou seja: será o encontro do bisavô com os bisnetos na terra onde ele nasceu!

Mas que história é essa? É isso que Meno Del Picchia pensava quando ouvia os avós conversarem sobre um tal tio Dico, sapateiro respeitado, que um dia deixou a família na pequena Ipaussú (SP) e sumiu no mundo. A única informação que eles tinham era que Dico virara andarilho. Essa história nunca saiu da cabeça de Meno e é o tema central de Barriga de 7 Janta, terceiro disco do músico paulistano. Em 14 faixas inéditas, Meno fantasia o que aconteceu com Dico. Por que ele decidiu abandonar tudo, se tinha família, esposa, trabalho, uma vida? O que lhe passou ao cair na estrada?

Traduzindo todo este clima para o universo da canção, Meno elabora uma atmosfera sonora que remete à filmes cheios de solidão e poeira, como “Paris, Texas” e “Nebraska”. A partir de instrumentos de corda, especialmente violão e viola, apoiados em percussão e bateria, Meno e sua banda de músicos notáveis da cena paulistana – Marcelo Effori (bateria), Allen Alencar (guitarra) e Otavio Carvalho (teclados e programações), que o acompanham desde o disco anterior, o elogiado “Macaco Sem Pelo” (2013) – constroem uma espécie de “ópera rock caipira”. Faixa a faixa, o ouvinte é convidado a conhecer a infância de Dico, sua passagem para adolescência e seu encontro com Sabrina, a mulher de sua vida.

Em “Barriga de 7 Janta”, Meno se distancia do carimbó e das referências africanas que permeavam os discos anteriores, para mergulhar em um universo de cordas buscando o coração da música caipira, mais próximo ao gênero da moda de viola. Instrumentista de longa caminhada, Meno também descobre nesse disco arranjos crus e ruidosos, tecidos com letras fortemente imagéticas, ao lado dos silêncios da estrada.

Segundo Meno, o que mais lhe atraía na história de Dico eram as razões que o levaram a largar tudo, e que nunca foram compreendidas. “A escolha de Dico era uma busca por liberdade? Por aventura, inconformismo? Coragem, covardia? O disco tenta narrar porque o sapateiro Dico se transformou no andarilho Barriga de 7 Janta”.

O título do disco também é memória. A expressão foi escutada por Meno nas ruas de São Paulo e cruzou-se com a imaginação sobre Dico: “Barriga de 7 Janta fala de uma pessoa que é tão magra que parece que só jantou sete vezes na vida”.

Se na história de Dico a solidão dá o tom, no disco, Meno se cercou de um verdadeiro time de músicos e amigos. São 10 participações especiais: em “Correnteza”, Romulo Fróes cantou sua primeira parceria com Meno; Saulo Duarte tocou guitarra e cantou “Jacaré”; Rodrigo Caçapa criou o arranjo de “Primo Raimundo”; e ainda se escuta Ricardo Herz, Lu Horta, Juliana Perdigão, Thiago França, Jacques Matias e Marcelo Cabral.

Nos diálogos com a poesia, aparecem as parcerias com os poetas arrudA e Heloiza Abdalla. Há também uma “participação” especialíssima, a de Menotti Del Picchia, poeta modernista e bisavô de Meno, que surge na faixa “Pigarço”, trecho de seu clássico poema Juca Mulato (1917) e que foi musicado por Meno. É como se o Barriga de 7 Janta de Meno encontrasse o Juca de seu bisavô na estrada, entre seus sofrimentos, ficções e realidades.

 

Contemplado pelo Prêmio ProAC de Gravação de disco, o Barriga de 7 Janta foi gravado no estúdio Submarino Fantástico, em São Paulo, de janeiro a abril de 2016. A produção musical foi realizada coletivamente por Meno, Otavio, Effori e Allen. A produção executiva é de Heloiza Abdalla.

Serviço 

Meno – Lançamento Barriga de 7 Janta

Local: FEPASA

Data: Domingo, 17 de julho de 2016

Horário de Abertura: 12h00

Horário do Show: 16h00

Endereço: Praça João Sarkis Filho – Edifício Pastor João Orcini, Centro – Itapira/SP

Telefone: (19) 3813.1090

Evento no Facebook – https://www.facebook.com/events/123315158100903/

Entrada: Gratuita

Capacidade: 5 mil pessoas

Estacionamento: Sim, nas áreas anexas ao espaço do show

Acesso a Portadores de Deficiência: Sim

“Barriga de 7 Janta” (2016)

Lançamento: independente

Preço médio: 30,00

www.menodelpicchia.com.br

Matéria: Navegar Comunicação e Cultura

Foto: Amanda Amaral

Foto: Amanda Amaral

  

Comentários