Mogi investe mais de R$ 100 mil na Saúde

Seis novas câmaras frias foram adquiridas pela Secretaria de Saúde na semana passada. Os equipamentos novos chegaram há poucos dias e foram direcionados para a Farmácia de Alto Custo (2 unidades), Farmácia de Processos Judiciais e Administrativos (1 unidade), Vigilância em Saúde (2 unidades) e Atenção Básica (1 unidade).

Nas farmácias, as câmaras frias possuem 1.000 litros cada e foram adquiridas a fim de armazenar medicamentos termolábeis. São considerados termolábeis os medicamentos particularmente sensíveis à ação da temperatura, e que, por isso geralmente requerem armazenamento sob refrigeração entre 2ºC e 8ºC.

Os refrigeradores anteriormente utilizados para o armazenamento dos medicamentos termolábeis não estavam apropriados para conservação dos produtos, indo em desencontro com as Boas Práticas de Distribuição, Armazenamento e Transporte de Medicamentos disposto na RDC nº 360/2020 de 31 de março de 2020 publicado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Na Vigilância em Saúde os equipamentos novos possuem 684 litros cada e foram destinados, exclusivamente, para a armazenagem de vacinas já que é ali que ficam estocadas todas as vacinas contra a Covid-19 e vacinas de rotina que são distribuídas à rede básica para a imunização da população.

Outra câmara fria recém-adquirida foi reservada para substituição emergencial daqueles equipamentos que já estão nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), como em casos de queima ou desregulamento da temperatura.

No total, as seis câmaras frias representam um investimento de R$ 114.999,00 na área de saúde do Município.

Seis novas câmaras frias foram adquiridas pela Secretaria de Saúde na semana passada. Os equipamentos novos chegaram há poucos dias e foram direcionados para a Farmácia de Alto Custo (2 unidades), Farmácia de Processos Judiciais e Administrativos (1 unidade), Vigilância em Saúde (2 unidades) e Atenção Básica (1 unidade).

Nas farmácias, as câmaras frias possuem 1.000 litros cada e foram adquiridas a fim de armazenar medicamentos termolábeis. São considerados termolábeis os medicamentos particularmente sensíveis à ação da temperatura, e que, por isso geralmente requerem armazenamento sob refrigeração entre 2ºC e 8ºC.

Os refrigeradores anteriormente utilizados para o armazenamento dos medicamentos termolábeis não estavam apropriados para conservação dos produtos, indo em desencontro com as Boas Práticas de Distribuição, Armazenamento e Transporte de Medicamentos disposto na RDC nº 360/2020 de 31 de março de 2020 publicado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Na Vigilância em Saúde os equipamentos novos possuem 684 litros cada e foram destinados, exclusivamente, para a armazenagem de vacinas já que é ali que ficam estocadas todas as vacinas contra a Covid-19 e vacinas de rotina que são distribuídas à rede básica para a imunização da população.

Outra câmara fria recém-adquirida foi reservada para substituição emergencial daqueles equipamentos que já estão nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), como em casos de queima ou desregulamento da temperatura.

No total, as seis câmaras frias representam um investimento de R$ 114.999,00 na área de saúde do Município.

  

Comentários