fbpx

Morre Wilson Santana, diretor da Defesa Civil e Bombeiros de Jaguariúna  

Susi Baião

Muita emoção, tristeza, comoção, luto e aplausos, marcaram o velório e enterro do diretor da Prefeitura de Jaguariúna Wilson Santana. A cidade de Jaguariúna e a administração pública municipal perderam na sexta-feira, dia 6, o diretor da Defesa Civíl e Bombeiros Wilson Santana. Ele morreu aos 55 anos de idade, depois de uma longa luta na recuperação de um transplante de rim, realizado a um ano e meio, deixando a esposa Marli e os filhos do primeiro casamento Déborah, Daniela e Gabriel. O velório foi realizado em Jaguariúna e o sepultamento na cidade de Pedreira.

Parentes, amigos da esfera pública de Jaguariúna, amigos de farda e veteranos estiveram presentes no sepultamento para se despedir do amigo.

O Corpo foi levado em cortejo fúnebre em um carro do Corpo de Bombeiros até o cemitério na cidade de Pedreira, onde foi sepultado, ao lado da primeira filha, Rafaela e do irmão. A emoção tomou conta da cidade, pela perda do servidor. O secretário de mobilidade urbana do município Josino Silva falou emocionado do amigo. “Santana era amigo desde 1978, fomos policiais juntos desde 87, servimos a população de Jaguariúna desde este ano. Fui sócio dele em uma empresa de construção civil, a construtora JS construções por 10 anos. Prendemos muitos infratores da lei juntos, trocamos tiros com ladrões muitas vezes, entre eles o furto no Itaú. Atualmente estávamos trabalhando na Prefeitura, ele como diretor dos bombeiros e defesa civil e eu como secretário de mobilidade urbana. Ele era o presidente do PSB e eu o seu vice, enfim um grande amigo, homem de grande coração, sempre calmo, religioso, homem de família, está deixando muita saudade”, concluiu.

“Santana era um grande amigo leal, diretor da Prefeitura, foi vereador. Era um profissional exemplar, dedicado, responsável e apaixonado por Jaguariúna. Tinha o respeito e o carinho de todos. Era uma pessoa que sempre irradiava o bem, sempre disposta a ajudar, conciliar e construir. Neste momento de profunda dor dos seus familiares e amigos faço questão de compartilhar aqui meu agradecimento e minha admiração pelo profissional e ser humano que sempre foi. Que as bênçãos de Deus confortem a todos nesse momento tão dolorido. O nosso querido amigo Santana estará sempre nos nossos corações”, destacou o prefeito Gustavo Reis.

“O melhor pai, irmão, filho, esposo, guerreiro, trabalhador, sempre teve palavras de conforto para todos que precisavam, nunca esmoreceu, teve uma fé inabalável e um coração que cabia em uma pessoa só”, disse a filha mais velha Daniela.

Curricullum

Nascido em Maringa, no Paraná, no dia 18 de outubro de 1963, era um brasileiro cosmopolita, embora tenha se fixado no município de Jaguariúna, onde criou seus três filhos, foi um homem de muitas atividades públicas, engajado na prestação de serviços a comunidade e afeito a política. Sua carreira militar, iniciada em 1984, não seria a única a desenvolver, destacando-se ainda em sua militância partidária e vereança na cidade de Jaguariúna. Desenvolveu ações de conscientização da importância da família e combate as drogas em escolas públicas, participou ativamente de projetos religiosos.

Foi ainda empresário, corretor de imóveis e membro da Associação Internacional dos Gideões no Brasil. Era presbítero da Igreja Batista Ágape de Jaguariúna. No último ano desenvolvia a atividade de diretor da defesa Civil na cidade.

  

Comentários