Obras do projeto de Mobilidade Urbana continuam em ritmo acelerado | Mogi Guaçu

A SOV (Secretaria de Obras e Viação) continua avançando nas obras que fazem parte do projeto de Mobilidade Urbana. O convênio prevê investimentos de R$ 29 milhões, por meio de financiamento junto à Caixa, para obras essenciais para o desenvolvimento de Mogi Guaçu.

Nesta quinta-feira, 10, será iniciada a supressão de árvores nos locais onde serão executadas duas pontes, uma na Avenida dos Trabalhadores e outra na Avenida Brasil.

Pelas obras de duplicação da Avenida Brasil será apresentado um projeto de troca de solo nesta sexta-feira, 11, para que as obras possam ser retomadas no local. A Avenida dos Trabalhadores já está recebendo nova iluminação e a construção da ciclovia após o Centro Cultural foi retomada.

A colocação de guias e sarjetas na fase 1 da Avenida Alíbio Caveanha, localizada no Jardim Novo, está se aproximando do 26° Batalhão da Polícia Militar.

Com recursos próprios, a Prefeitura está finalizando a segunda fase da Avenida Alíbio Caveanha, a partir da SP-342 até o Ypê Amarelo, que está recebendo sinalização horizontal e vertical para que possa ser liberada.

Três empresas foram contratadas por meio de licitação para a execução destas obras, que têm a finalidade de desenvolver Mogi Guaçu com a criação de novas rotas e ampliação das vias já existentes.

As obras estavam paralisadas por houve a necessidade de realizar uma readequação da lei, para assegurar as garantias de pagamento do financiamento os recursos vinculados. A Câmara aprovou o projeto de lei na segunda-feira, e no dia seguinte, o presidente da Casa, vereador Rodrigo Falsetti, encaminhou a lei aprovada para sanção do prefeito Walter Caveanha.

  

Comentários