Parceria entre Prefeitura e FAJ garante bolsa para formação continuada de professores

Com o objetivo de incentivar e facilitar o acesso de servidores da área educacional a cursos de formação continuada, a Prefeitura de Holambra e o Centro Universitário de Jaguariúna (UNIFAJ) firmaram nova parceria para oferecer bolsas de estudos para ensino superior e aperfeiçoamento profissional.

A ação proporcionará a funcionários públicos do setor de Educação 20 bolsas para Módulos Específicos de Metodologias Ativas, com 40 horas de duração, e outras 20 para docentes em pós-graduação para Especialização em Docência.

“Esse é um benefício e um incentivo muito grande ao profissional, com impacto direto em sua rotina diária de trabalho e no processo de ensino e aprendizagem que se dá em sala de aula”, ressalta o prefeito Fernando Fiori de Godoy.

O diretor municipal de Educação, Amarildo Boer, explica que o benefício foi divulgado a toda a rede e que 38 profissionais fizeram inscrições. “Elaboramos uma classificação através de pontuação por atribuição de aula, dando justiça à concessão do benefício”. Cada um dos cursos cedidos gratuitamente por meio da parceria, intitulada “Prefeito Educador”, custaria ao professor cerca de R$ 3.500,00.

Professor há quatro anos na escola municipal Parque dos Ipês, Rubens Gonçalves Lira Junior foi um dos contemplados pela parceria. “É muito importante a formação contínua dos professores. O mundo está mudando e precisamos sempre estar atualizados, reciclando os conhecimentos para novas metodologias”, explica. “Se o universo muda, a forma de ensinar também. Muito. Isso acarreta de forma positiva o nosso trabalho e o aprendizado dos alunos”.

As aulas, que serão ministradas a distância, começaram a ser disponibilizadas aos inscritos na última segunda-feira, 7 de agosto. Os encontros presenciais vão acontecer uma vez ao mês no Campus II da UNIFAJ, em Jaguariúna. Os cursos de pós-graduação terão duração de um ano.

No dia 4 de outubro, o Centro Universitário premiará os prefeitos que cumprirem todas as responsabilidades estabelecidas no acordo do “Prefeito Educador”.

Matéria: ASCOM

  

Comentários