Pedreira recebe prêmio “Cidadania no Campo – Município Agro” do Governo do Estado

O Governo do Estado de São Paulo, através de sua Secretaria de Agricultura e Abastecimento realizaram, na sexta-feira, 26 de julho, a entrega do 1º Prêmio Cidadania no Campo, aos 10 municípios paulistas com o melhor desempenho no desenvolvimento rural sustentável, de acordo com parâmetros técnicos de boas práticas.

Participaram da avaliação os 258 municípios credenciados no Sistema Estadual Integrado de Agricultura e Abastecimento. Pedreira foi classificada em 4º lugar e recebeu como prêmio o Certificado e o valor de R$ 62.500,00. “Nossa Cidade foi destaque na adoção de políticas públicas eficazes e inovadoras para o desenvolvimento sustentável de nossos produtores rurais. Parabéns a Ivone Aparecida Araújo, Luis Marcelo Ricieri Pierini e Marcelo Coutinho que fazem parte do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, responsáveis pela aplicação dos projetos em prol dos produtores rurais”, enfatizou na ocasião, o vice-prefeito Fábio Polidoro que esteve acompanhando a solenidade juntamente com os servidores e técnicos.

“O agro representa 20% da economia do Estado de São Paulo. Tem importância estratégica na geração de empregos, de divisas e de oportunidades. Essas razões justificam o Programa Cidadania no Campo”, explicou o governador João Doria.

Criado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, o Programa Cidadania no Campo tem como objetivo estimular as prefeituras a implementar agendas estratégicas para fortalecer a gestão rural local, melhorando a produtividade e a sustentabilidade do agronegócio paulista.

Baseado em 10 critérios técnicos – Estrutura Institucional; Infraestrutura Rural; Produção, Distribuição e Consumo Sustentável; Defesa Agropecuária; Abastecimento e Segurança Alimentar; Fortalecimento Social do Campo; Solo e Água; Biodiversidade; Resiliência e Adaptação às Mudanças Climáticas; Interação Campo-Cidade, o programa atualiza a regra vigente do convênio mantido pela Secretaria, no qual os entes municipais recebiam, independente do desempenho, até o limite do valor disponível, repasses anuais de R$ 20 mil.

A análise foi realizada considerando a qualidade da gestão municipal e sua capacidade de atender bem o cidadão do campo, independente do tamanho dos municípios em termos de habitantes ou orçamento.

“Entendemos que premiar os municípios mais envolvidos na promoção do desenvolvimento rural sustentável, estimula os demais a replicar as boas práticas em favor do cidadão do campo, o que impacta diretamente na produção”, afirmou o secretário estadual de Agricultura e Abastecimento Gustavo Junqueira.

A partir de agosto, a Secretaria de Agricultura promoverá cursos e workshops de capacitação técnica, em especial aos pequenos e médios produtores rurais, para atender as demandas de produção e consumo atuais. Além do prêmio, será criado o Selo Agro de qualidade, comprovando que o município assumiu o compromisso de adotar o desenvolvimento mais criterioso e sustentável.

Os 10 municípios premiados foram: Rio Claro, Rancharia, Itanhaém, Pedreira, Itapetininga, Votuporanga, Bragança Paulista, Atibaia, Martinópolis e Teodoro Sampaio.

 


Comentários