Polícia Militar recebe Curso de Abordagem Humanizada

Com efetivo de Engenheiro Coelho, o 19º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I) recebe o Curso de Abordagem Humanizada a Pessoa com Propósito Suicida. A ministração fica a encargo do 1º Sargento da Polícia Militar, Júlio Celestino. A formação é realizada na sede do Batalhão em Americana e iniciou nesta segunda-feira (22).

As técnicas ensinadas aos policiais militares (PM) foram desenvolvidas pelo Corpo de Bombeiros Militar de São Paulo (CBM-SP). Nos casos aplicados, a Abordagem Humanizada reduziu 23% das tentativas de suicídio do ano passado em SP. A informação é do Major da CBM-SP, Diógenes Munhoz, divulgado pela Rádio Senado.

Além do atendimento ao cidadão, o Grande Comando de Policiamento do estado planeja criar uma rede de proteção à saúde mental dos policiais militares. A medida está relacionada com os desgastes sofridos por esses profissionais.

Os dados de registro anual mais recentes do Fórum Brasileiro de Segurança Pública apresentam que sessenta e cinco policiais militares e vinte e seis civis cometeram suicido em 2019. Naquele mesmo ano, o número total de policiais mortos durante o serviço foi de 72.

  

Comentários