Programa Oficinas Culturais divulga agenda virtual para o mês de setembro

O Programa Oficinas Culturais, da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis, está presente no ambiente on-line desde que teve suas atividades presenciais paralisadas com o início da pandemia Covid-19.

Além das ações da capital, o programa possui projetos no interior e litoral de São Paulo, que também seguem com suas atividades em uma nova programação virtual. Ao todo, o Programa Oficinas Culturais ofereceu cerca de 100 oficinas desde o mês de abril, tendo atendido mais de 3 mil pessoas. As atividades promovidas pelo Programa são gratuitas e podem ser consultadas em www.poiesis.org.br/maiscultura.

 

PROGRAMAÇÃO OFICINAS NO INTERIOR PARA DIVULGAÇÃO – SETEMBRO

OFICINA: DOCUMENTÁRIOS DOMÉSTICOS

Inscrições de 21 a 31/ago pelo link: https://forms.gle/hpDxdd5bQHcoEA28A

On-line (Google Meet). Nesta oficina, os participantes entram em contato com métodos de produção audiovisual voltados para o cinema documentário, não importando o tipo de dispositivo de vídeo (celulares, webcam, câmeras semi- profissionais, DSLR’s etc.) A atividade será focada em técnicas de filmagem e produção sem sair de casa – respeitando as orientações de isolamento social – utilizando equipamentos de baixo custo e acessórios fáceis de serem encontrados ou adaptados a partir do que os participantes tiveram à mão. Também serão abordados princípios básicos da edição e montagem, resultando em mini-documentário. 30 vagas. Coordenação: Lucas Gervilla.

14, 16 e 18/9 – segunda, quarta e sexta-feira – 14h às 16h

 

OFICINA DE FOTOGRAFIA BÁSICA COM CÂMERA – COMPOSIÇÃO E ENQUADRAMENTO

Inscrições de 21 a 31/ago pelo link: https://forms.gle/8eR1KNS5zYMMYwUa8

On-line (Google Meet). A oficina, em formato de conversa, tem como objetivo apresentar os princípios básicos da fotografia digital, passando pelos fundamentos da fotografia até a importância de saber se comunicar com aquele que está sendo fotografado. Desta forma, o participante poderá sair com um conhecimento básico, mas suficiente, para iniciar sua produção fotográfica autoral. 30 vagas. Coordenação: Henriique.

15, 17, 22 e 24/9 – terças e quintas-feiras – 17h30 às 19h30

 

OFICINA: INTRODUÇÃO À TEORIA QUEER E OS SEUS MANIFESTOS

Inscrições de 21/ago a 1/set pelo link: https://forms.gle/SmaG2zsVxqG69MUF7

On-line (Google Meet). Os participantes desta oficina serão introduzidos ao pensamento Queer, através do conceito de manifesto enquanto gênero literário e dos manifestos produzidos pela própria teoria queer. 45 vagas. Coordenação: Sara York e Rafael Leopoldo.

16, 18, 22 e 24/9 – quarta, sexta, terça e quinta – 14h às 16h

 

OFICINA DE FOTOGRAFIA DIGITAL PARA CELULARES (ON-LINE)

Transmissão ao vivo pelo Canal das Oficinas Culturais no Youtube

Inscrições 9 a 16/set pelo link: https://forms.gle/urTNHZAjG5qHgYNh9

Curso voltado àqueles que querem aprender a fotografar com os seus celulares. Com metodologia mista e didática interativa, Bruna Grassi propõe uma imersão ao universo da fotografia digital com qualquer celular que possua câmera. Não é necessário ter conhecimento prévio em fotografia.

21, 22 e 23 de setembro – segunda a quarta-feira – 10h às 12h

 

OFICINA: ARTES E ESTÉTICAS AFRO-BRASILEIRAS

Inscrições 24/ago a 3/set pelo link: https://forms.gle/XMMHGVFhZhLSAEZi9

On-line (Google Meet). O curso visa introduzir o estudo das artes e das estéticas afro-brasileiras, através de leituras e análises de obras e autores emblemáticas, de diferentes temporalidades, linguagens e contextos. Tomaremos como ponto de partida os debates em torno de tal nomenclatura, suas interpretações e possibilidade de compreensão. Em um segundo momento, serão apresentadas produções de autoria afro-brasileira e suas relações com as histórias, culturas e narrativas brasileiras, passando por períodos que vão desde o colonial ao contemporâneo. 50 vagas. Coordenação: Luciara Ribeiro.

21, 23 e 25/9 – segunda, quarta e sexta-feira – 14h às 16h

 

PROFISSÃO: ARRANJADOR

Inscrições 24/ago a 3/set pelo link: https://forms.gle/f1qFchvDbR6QjrCt7

On-line (Google Meet). Realizada em formato teórico/expositivo e empírico, a oficina “Profissão: Arranjador – Um Panorama histórico, cultural e técnico da importância deste profissional na produção musical” propõe discutir as origens e características da formação do profissional arranjador; serão apontados e discutidos particularidades culturais, técnicas e profissionais da atuação deste profissional no mercado cultural e no metiê artístico. Serão analisados o perfil artístico, histórico, cultural e profissional de grandes arranjadores brasileiros e norte-americanos vistos como referências na área. 50 vagas. Coordenação: Maurício Lima.

21, 22, 28 e 29/9 – segundas e terça-feiras – 14h às 16h

 

EUTONIA – ATRAVESSAMENTOS DA PELE – A DANÇA E O AUTOCUIDADO

Inscrições: 21/ago a 1/set pelo link: https://forms.gle/7KZWCQg6ofVdJ4GC7

On-line (Zoom). Eutonia é uma prática corporal cujo objetivo é o desenvolvimento e a ampliação da percepção e da consciência de si através do corpo. O corpo é sua primeira casa, sua morada! Portanto precisamos habitá-lo, e para tanto é fundamental acessar a sabedoria que é própria do corpo, o auto- conhecimento. Por meio da atenção às sensações, promove a ampliação da percepção e da consciência corporal, propiciando a regulação e flexibilização do tônus, contribuindo não somente para um bem estar, mas como também para pesquisa de criação de movimentos. 100 vagas. Coordenação: Claudia Palma.

21, 23 e 25/9 – segunda, quarta e sexta-feira – 17h30 às 19h30

 

PROCESSOS CRIATIVOS E ELABORATIVOS DA RETRATÍSTICA AFRO-BRASILEIRA

Inscrições 4 a 14/set pelo link: https://forms.gle/n2stQq9etRS43VkA8

On-line (Google Meet). A oficina tem por objetivo analisar a produção visual afro-brasileira dedicada ao retrato. Esse, que é um dos gêneros artísticos mais emblemáticos da história visual da humanidade, está presente em diversos suportes, como a pintura, a fotografia, o vídeo, entre outros. O retrato é parte do desejo de memorizar a imagem no tempo, de retê-la em uma superfície concreta, de representar, de confrontar, de ver e ser visto. Tomar o retrato como objeto de estudo possibilita pensar narrativas da individualidade e da coletividade, da memória e da imaginação. Com base nisso, o curso analisará os processos criativos e elaborativos desenvolvidos por artistas e pesquisadores afro-brasileiros, entendendo o retrato como espaço de potência artística e social. 50 vagas. Coordenação: Luciara Ribeiro.

28, 29 e 30 – segunda a quarta-feira – 14h às 16h

 

Obs.1: Lembramos que estão abertas ao público de todas as cidades as atividades e conteúdos dos diversos programas gerenciados pela Poiesis, como Oficina Oswald de Andrade, Casa das Rosas, Casa Mário de Andrade, Fábricas de Cultura e Programa de Qualificação em Artes. Confira no site http://poiesis.org.br/maiscultura.

Obs.2: Conheça também a programação de atividades gravadas (palestras, videoaulas e debates) do Programa de Formação para o Interior no Canal das Oficinas Culturais no Youtube:

https://www.youtube.com/OFICINASCULTURAISDOESTADODESAOPAULO (para ser informado quando um vídeo novo for publicado, basta assinar o canal a ativar as notificações).

  

Comentários