Administração Municipal está construindo a nova Cancha de Bocha “Edgard Tesserolli”

A Prefeitura de Pedreira, através de sua Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, está construindo uma nova Cancha de Bocha, localizada na Rua José Augusto Cáu, no Loteamento Vale Verde I, que recebeu o nome de Edgard Tesserolli.

Segundo informou o secretário de Esportes Valdir Carlos Volpato, o novo Campo de Bocha vem atender os praticantes da cidade, que sempre se destacam em campeonatos desta modalidade, além dos jogadores dos bairros próximos ao Vale Verde I para momentos de entretenimento, lazer, bem como em treinos para as competições.

O esporte é simples, mas exige um alto grau de precisão e sutileza. Basicamente, consiste em lançar bochas o mais perto possível da bola menor, o bolim. No início o bolim é posicionado em uma extremidade da cancha e o visitante sempre começa. Durante a partida o time que pontuar joga o bolim. A equipe ganha o ponto ao terminar o jogo com uma das bochas mais próximas do bolim. Ao final a que somar 15 pontos é a vencedora. Trio, dupla ou individual, assim se joga bocha. Em cada modalidade as bochas são divididas de forma diferente. Para cada equipe uma cor. O jogador que ficar sozinho tem direito a quatro bochas, enquanto nos trios e nas duplas são duas para cada um. Nas partidas de trios são atribuídas funções aos jogadores. Ponteiros, meio de trio e o rafador.

O ponteiro é jogador mais experiente e habilidoso. É o primeiro a jogar para “cortar o ponto”. Consiste em rolar a bocha de modo suave aproximando a bocha do bolim. Já o meio de trio, pode exercer duas funções, a de “tiro” e de corte de ponto caso o primeiro falhe em fazer o ponto. E, finalmente, o rafador que é o especialista em arremessar a bocha com força para tirar ponto do adversário. Lembrando que a posição não limita o jogador de rafar ou de pontuar.

  

Comentários