Atacante do Mogi perde filho de dois anos

Uma tragédia abalou o elenco do Mogi Mirim às vésperas da última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. O filho de dois anos do atacante Léo Melo morreu afogado na piscina da casa do jogador, em Mogi, na última quinta-feira, dia 7 de abril.

No domingo, às 16h, o Mogi recebe o Palmeiras e tenta evitar o rebaixamento à Série A2 do Paulista de 2017. Diante da fatalidade, a presença de Léo Melo ainda é incerta na partida.

Segundo a Polícia Civil, a criança foi encontrada pela mãe boiando na piscina. A mulher entrou em pânico e chamou o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que fez o socorro até a Santa Casa de Mogi Mirim.

No hospital, os médicos constaram que o garoto já estava sem vida. O caso foi registrado na delegacia de plantão da cidade, e o delegado responsável vai aguardar o laudo do IML (Instituto Médico Legal).

Por meio de nota oficial, o presidente do clube Luiz Henrique de Oliveira manifestou “condolências aos familiares e amigos enlutados pela irreparável perda”. O comunicado trata o caso com “um acidente doméstico.

Apesar de ter sido reserva na vitória sobre o Ituano, no último domingo, por 1 a 0, Léo Melo é o vice-artilheiro do Mogi no Campeonato Paulista, com dois gols, atrás apenas de Roni, que tem quatro.

Matéria: GloboEsporte.com

0002050156861_img

  

Comentários