Banda Lira Itapirense participa das homenagens à Revolução de 1932

Projeto Escola de Música marca presença na cerimônia cívica no Gravi

A Banda Lira Itapirense mais uma vez estará presente nas comemorações do Dia 9 de Julho – Aniversário da Revolução Constitucionalista de 1932. O ato cívico acontece nesta segunda-feira, às 8h00, no Morro do Gravi, às margens da estrada interna entre Itapira e Mogi Mirim.

Na ocasião, alunos do projeto Escola de Música prestarão a homenagem ao executar o Hino Nacional, bem como o Toque do Silêncio e a marcha Paris Belford, composta por Antoni Chavier Farigon e que se transformou em símbolo da Revolução. A regência é do maestro Maurício Perina.

O Morro do Gravi foi um dos principais palcos das batalhas da guerra entre os soldados paulistas contra as tropas federais. O evento costuma reunir diversas autoridades civis, políticas e militares. A cerimônia é aberta ao público em geral.

A Banda Lira Itapirense conta com o patrocínio do Laboratório Cristália por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) do Ministério da Cultura do Brasil, além do apoio da Prefeitura Municipal através das secretarias de Cultura e Turismo e de Promoção Social.

Mais detalhes sobre os projetos e atividades da Banda Lira podem ser acompanhados pelo site www.bandalira.org.br ou pela página oficinal no Facebook (www.facebook.com/bandaliraitapirense). A sede da instituição fica na Rua Comendador João Cintra, 41, no Centro. Informações também pelo telefone (19) 3813-3330 ou pelo e-mail contato@bandalira.org.br.

  

Comentários