fbpx

Banda Marcial possense é campeã no estadual 2014

As finais do Campeonato Estadual de Fanfarras e Bandas 2014 aconteceram no último final de semana, 6 e 7 de dezembro, no Ginásio Municipal de Esportes Watal Ishibashi, em Presidente Prudente.

A Banda Marcial de Santo Antônio de Posse conquistou o 1º lugar de linha de frente em duas categorias

A Banda Marcial de Santo Antônio de Posse conquistou o 1º lugar de linha de frente em duas categorias

A Banda Marcial de Santo Antônio de Posse, apesar das dificuldades enfrentadas durante todo o ano de 2014, a falta de uniforme – usaram o uniforme emprestado da Banda Marcial de Serra Negra, e também com a falta de transporte adequado para se dirigirem ao evento, participou das categorias Banda de Percussão e Banda Marcial e conquistou o 1º lugar de linha de frente em ambas as categorias, em corpo musical conquistou 1º lugar na categoria Marcial e o 3º na categoria Percussão.

O regente de Santo Antônio de Posse, maestro Cavino da Rocha Tanese, comemora: “Esses troféus são o resultado do empenho e dedicação dessas crianças, quero agradecer ao prefeito que conseguiu providenciar um ônibus adequado no último minuto, à Banda Marcial de Serra Negra que nos emprestou os uniformes e a toda população possense que acredita e incentiva nosso trabalho”.

A banda Marcial de Santo Antonio de Posse acabou sendo classificada para a competição nacional, que ocorre nos dias 13 e 14 de dezembro, em Barra Mansa (RJ). “Infelizmente o tempo é muito curto para nos organizarmos para participar do campeonato brasileiro, mas estamos felizes com as conquistas estaduais. Este é um projeto social muito importante e a intenção é evoluir ano a ano, esperamos poder contar com o poder público em 2015 e conquistar mais campeonatos!”, finaliza Cavino.

Com a participação de 2.500 pessoas que representaram 32 municípios do Estado de São Paulo, a competição se dividiu em categorias por idade e qualificações dos instrumentos. São seis jurados que analisaram a parte técnica e mais dez atentos na “pista”, ou seja, o trecho pelo qual os competidores se deslocam.

O objetivo é incentivar e educar através da música, que formam não só músicos, mas cidadãos, segundo o vice-presidente da Organização Cultural de Incentivo as Fanfarras e Bandas (Ocifaban), Lucas Naresi. “Além da importância da participação, as duas primeiras colocadas de cada categoria disputam o Campeonato Brasileiro”, relata.

Esta motivação faz com que as fanfarras e bandas se dediquem para trabalhar na conduta das crianças e jovens participantes. “É um trabalho cultural e social muito importante, deveria ter bandas e fanfarras comunitárias em todos os bairros”, explicou o regente da única fanfarra de presidente Prudente a participar do evento, Flávio de Angelis.

  

Comentários