Barragem no Ribeirão da Penha: CETESB vistoria local e pode emitir licença prévia

Na quarta-feira, dia 28 de setembro, técnicos do Setor de Avaliação de Obras Hidráulicas, do Departamento de Avaliação Ambiental da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) vistoriaram em Itapira a área de implantação da futura barragem do Ribeirão da Penha, nas proximidades da estrada Itapira-Amparo (SP-352). A vistoria é parte do processo de avaliação da CETESB para emissão da licença prévia do empreendimento, que permite que o município inicie o processo de licitação para a construção da obra.

Os trabalhos de campo compreenderam a vistoria nos fragmentos de vegetação nativa e nos locais onde será formado o reservatório no Ribeirão da Penha, confrontando os dados de campo com os dados apresentados no Relatório Ambiental Preliminar (RAP). Acompanharam a vistoria técnicos da empresa Hidrostudio, responsável pelo projeto executivo da Barragem.

A expectativa do Saae é de que a licença prévia seja emitida ainda este ano, o que faria com que a concorrência para a construção da barragem fosse iniciada o mais breve possível. O presidente do Saae, José Armando Mantuan, lembra que o prefeito José Natalino Paganini já conseguiu a liberação dos recursos para a barragem junto ao governo federal. “A obra é fundamental para controlar a vazão do Ribeirão da Penha, o que vai ajudar a evitar cheias na zona urbana de Itapira e vai, ao mesmo tempo, criar uma área de captação de água bruta para o abastecimento da cidade”, afirmou Mantuan.

Matéria: Celso Davoli

  

Comentários