Campanha de Multivacinação é adiada para outubro

Inicialmente prevista para o mês de agosto, a Campanha Nacional de Multivacinação será adiada para o período de 7 a 25 de outubro devido à falta da vacina pentavalente.

A decisão é do Ministério da Saúde, divulgada aos estados e municípios por meio de ofício circular da Secretaria de Vigilância em Saúde. A Vigilância Epidemiológica de Mogi Guaçu confirma o adiamento.

Segundo o comunicado, os lotes da vacina adquiridos recentemente do laboratório produtor Biological E. Limited “apresentaram resultados de análise insatisfatórios”, ocasionando o desabastecimento do insumo.

A análise foi feita pelo INCOS (Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde). O ministério esteve reunido com a OPAS (Organização Panamericana de Saúde) para definição de novas entregas ao Brasil.

A postergação do lançamento do início da campanha é justificada “em razão da importância dessa vacina ser atualizada na caderneta de vacinação da criança”.

A vacina pentavalente imuniza contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e a bactéria haemophillus influenzae tipo B (Hib), que causa meningite, pneumonia, otite e outras doenças.

A faixa etária para receber a vacina é de crianças de dois meses a menos de seis anos. Pelo novo calendário, o “Dia D” de intensificação de divulgação e mobilização nacional da campanha será em 19 de outubro.

 


Comentários