Casos de Covid aumentam 36% em 1 semana na região de Campinas

O número de casos positivos da Covid-19 na região de Campinas (SP) subiu pela segunda semana consecutiva. Foram 5.718 registros a mais nas 31 cidades no período de 2 a 8 de maio, um aumento de 36,1% em sete dias.

Em relação aos óbitos registrados, a queda se mantém, segundo os registros informados pelas prefeituras. Foram nove mortes na última semana, o menor número desde 8 de janeiro de 2022, quando a análise da evolução da pandemia pelo g1 passou a ser semanal.

O total de infecções por coronavírus computadas saltou de 614.565 para 620.283, enquanto óbitos eram 13.100 e passaram a 13.109.

Resumo da semana

  • Segunda-feira (2): mais 485 casos novos
  • Terça-feira (3): mais 2.987 diagnósticos positivos
  • Quarta-feira (4): mais 1.043 casos novos e 1 morte
  • Quinta-feira (5): mais 222 diagnósticos positivos e 5 mortes
  • Sexta-feira (6): mais 941 casos e 3 mortes
  • Sábado (7): mais 26 casos e nenhuma morte
  • domingo (8): mais 14 casos e nenhuma morte

 

Evolução da Covid-19 na região de Campinas

Data Casos Aumento Mortes Aumento
14/11 416.081 2.201 11.873 34
28/11 419.240 3.159 11.923 50
12/12 419.716 476 11.954 31
26/12 420.543 827 11.974 20
08/01 428.130 7.587 11.986 12
16/01 442.996 14.752 12.004 18
23/01 459.969 16.581 12.047 43
30/01 482.582 22.613 12.164 117
06/02 506.764 24.182 12.330 166
13/02 525.414 18.650 12.518 188
20/02 540.583 15.169 12.677 159
27/02 551.998 11.424 12.769 92
06/03 557.083 5.085 12.839 70
13/03 562.954 5.871 12.896 57
20/03 586.658 23.704 12.960 64
27/03 593.027 7.148 13.007 47
03/04 602.544 9.517 13.035 28
10/04 606.146 3.612 13.064 30
17/04 608.405 2.259 13.079 15
24/04 610.356 1.951 13.090 11
01/05 614.565 4.199 13.100 10
08/05 620.283 5.718 13.109 9

Até 9 de janeiro, o g1 Campinas publicava balanços quinzenais sobre as estatísticas da Covid-19. O período foi reduzido para uma semana em virtude da piora dos indicadores após as festas de fim de ano e a chegada da variante ômicron, o que sobrecarregou a rede de saúde em diversas cidades.

Os dados são atualizados diariamente pela reportagem, e o balanço.

Fonte: G1
  

Comentários