fbpx

Coleta Inteligente recolhe toneladas de materiais na Zona Norte

Toneladas de entulho, móveis e eletrodomésticos velhos, restos de madeira, óleo usado, lixo eletrônico e outros materiais descartados pelos moradores foram recolhidas na manhã de sábado, dia 19, em sete bairros da zona Norte.

Denominada “Coleta Inteligente”, a ação foi uma iniciativa do Senac, através dos programas “Ecoeficiência” e “Rede Social”, com apoio da Prefeitura e participação das entidades Eco 21 e Exército de Cristo Valentes de Davi, e também das empresas DG Reciclagem e Reversa.

Como voluntários, professores e alunos da Escola “Benedita Nair Xavier Vedovello” percorreram os bairros distribuindo panfletos e recolhendo materiais que pudessem servir de criadouros do mosquito Aedes aegypti.

O mutirão foi realizado nos bairros Jardim Santa Terezinha I e II, São Pedro, São Camilo, São Francisco, Chiorato e Europa. A escola, situada no Jardim São Pedro, onde os grupos se concentraram por volta das 7h, tornou-se o primeiro “ecoponto” fixo para coleta seletiva.

A Prefeitura mobilizou as secretarias de Meio Ambiente e de Serviços Municipai e disponibilizou funcionários, caminhões, caminhonetes e máquinas para a coleta. As secretarias de Saúde e de Segurança também participaram.

A Guarda Civil Municipal destacou uma guarnição para a escolta do grupo de estudantes e a Unidade de Saúde do Jardim Santa Terezinha designou agentes comunitários de saúde para inspecionar as residências em busca de criadouros de larvas.

Foram recolhidos galhos, madeira, entulhos de construção, móveis velhos, carcaças de televisores, máquinas de lavar, óleo de cozinha, e, principalmente, colchões e sofás, que lotaram rapidamente os caminhões.

Os materiais recolhidos serão descartados corretamente para que não causem danos ambientais e à saúde pública. Do que for arrecadado com a venda do óleo de cozinha e materiais recicláveis, como o lixo eletrônico, 50% serão destinados à APM da escola.

  

Comentários