Conheça mais sobre a história de Santo Antônio de Posse

Rua Dr. Jorge Tibiriça

A cidade de Santo Antônio de Posse, inicialmente, foi predominantemente rural. Suas fazendas, distribuídas em 154 km2, de extensão, representaram um marco econômico e cultural de suma importância para o desenvolvimento local, sendo primeiramente destinadas ao cultivo de cana-de-açúcar, elas passaram, posteriormente, devido a suas terras férteis, a cultivar café e algodão.

Com a expansão da lavoura cafeeira e pela necessidade de substituição da mão-de-obra escrava, muitos estrangeiros vieram para nossa região à procura de trabalho. Santo Antônio de Posse recebeu a maioria de imigrantes de origem italiana, mas também vieram muitas famílias libanesas e portuguesas.

Praça Coronel David Baptista

Os imigrantes desempenharam um papel importante para a formação e o desenvolvimento da cidade, que hoje conta com uma população de mais de 20.000 habitantes e que ainda trazem consigo reflexos da mistura cultural dos povos formadores de sua identidade.

Com o aumento do trânsito para escoamento das safras de café das fazendas, em 27 de agosto de 1875 criou-se a Estação de Ferro, que foi construída no bairro que deu origem à cidade. Todo o café da região era trazido para esta estação e, nela, reensacado para depois ser transportado por trem para os portos, por isso o bairro recebeu o nome “Ressaca” – vindo exatamente a ser denominado assim pelo processo de reensacamento do café.

Em 1893 o povoado do bairro Ressaca foi elevado a Distrito de Paz, anexado ao município de Moji Mirim, com a denominação de “Posse”, tomando a denominação de “Posse de Ressaca” em 1938. Mais de cinquenta anos se passaram e as lideranças de Posse iniciaram o movimento visando obter a emancipação político-administrativa, que contava com o apoio da maioria absoluta da população.

Finalmente, em 1953, a cidade ganhou a condição de município e passou a denominar-se “Santo Antônio de Posse”, cuja instalação oficial ocorreu em 1955. Hoje, fazendo parte da Região Metropolitana de Campinas, Santo Antônio de Posse é o quarto maior PIB entre as pequenas cidades, conciliando agricultura e indústria.

Confira um pouco mais da história de Santo Antônio de Posse no acervo fotográfico:

  

Comentários