Estádio Municipal terá para peneira do Corinthians neste sábado, 9

Jogadores de futebol de Holambra nascidos entre os anos de 2003 e 2009 terão nesse final de semana, dia 9 de dezembro, a rara oportunidade de mostrar seu talento diante de um olheiro do Corinthians, atual campeão brasileiro.

A seletiva do Timão acontece no sábado no Estádio Municipal e é voltada para jogadores de 8 a 14 anos de idade. Os testes com bola começam cedo, a partir das 8h30. Os candidatos devem se apresentar com vestimenta adequada para um treino de futebol (camisa, calção e chuteira).

Além de documento de identidade, é necessário que os jovens apresentem atestado médico de aptidão física e venham acompanhados dos pais ou responsáveis para a assinatura do termo de responsabilidade.

O desempenho dos jovens atletas holambrenses e da região estará na mira do professor Ricardo Oliveira, observador técnico do Corinthians. A família dos jogadores que conseguirem conquistar a atenção do profissional serão contatados posteriormente para as fases seguintes de testes.

Todo o material esportivo necessário para a “peneira”, além da equipe de arbitragem e de auxiliares para o grupo responsável pela triagem, serão colocados à disposição pela Prefeitura, responsável pela realização do evento na cidade.

Torcedor do timão, o prefeito Fernando Fiori de Godoy destaca a importância da iniciativa para as crianças e jovens do município. “É um incentivo grande e uma oportunidade única”, disse. “Somos gratos ao Ricardo, à equipe do Corinthians e estamos muito felizes de abrir essa porta para os jovens atletas holambrenses”.

Para o diretor municipal de Esportes, José Roberto Maganha Junior, “será um dia festivo”. “É um momento importante para as crianças que amam futebol e se dedicam nas escolinhas. Estamos na torcida por cada um dos participantes”, afirmou.

Olheiro
De acordo com reportagem publicada em setembro desse ano pela ESPN, o Corinthians montou em 2017 um departamento de captação de talentos para as categorias de base que funciona com gente espalhada por diversas regiões do país para observar jovens jogadores desde muito cedo.

Uma etapa deste processo foi a contratação de Ricardo Oliveira, olheiro que trabalhava para o São Paulo e que aceitou a proposta de ir trabalhar no clube rival por acreditar se tratar de uma oportunidade de carreira melhor.

Além dele, o clube também contratou outros profissionais para o setor, como os ex-jogadores Gilmar Fubá, Pingo e Baiano. O olheiro Marco Antônio completa o time de observadores. No total, são oito profissionais no setor, sendo cinco captadores, dois técnicos e um coordenador.

Matéria: ASCOM

  

Comentários