“Estamos Prontos”- Campanha da Abrasel RMC mostra como setor está se preparando para a retomada das atividades

Em mais de 100 dias sem receber clientes em razão o isolamento social para conter o avanço da Covid-19, empresários de bares e restaurantes estão aproveitando este período para ampliar as medidas de higiene e segurança dos estabelecimentos. Os esforços demandam investimentos extras em meio a um cenário difícil, com queda nas vendas, enxugamento dos quadros de colaboradores e dívidas acumuladas.

Mesmo diante de todas as adversidades e dificuldades, o setor está pronto para reabrir suas portas. Este é o mote da campanha “Estamos Prontos”, idealizada e criada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Região Metropolitana de Campinas (Abrasel RMC).

A proposta da ação é mostrar para todo o público – clientes, funcionários, fornecedores – e às autoridades, o quanto o setor de Alimentação Fora do Lar está preparado para uma reabertura responsável, seguindo todos os protocolos e normas de segurança e boas práticas impostos pelas autoridades. E principalmente, o quanto essa retomada é necessária para o setor.

A campanha conta com materiais produzidos pela Abrasel RMC, como dados do impacto da pandemia para o setor, ações sugeridas para aumentar ainda mais a segurança dos estabelecimentos e do público, vídeos com empresários dando depoimentos sobre as dificuldades e um vídeo mostrando, na prática, como estão os estabelecimentos para receber os clientes.

Segundo o presidente da Abrasel RMC, Matheus Mason, esta ação também pretende estimular outros comerciantes do setor, que ainda não se adequaram, sobre a importância de adoção das medidas recomendadas pela entidade, para que não ocorra um regresso após a reabertura, como ocorreu com outros segmentos, causando ainda mais prejuízos, medo e desconfiança dos clientes.

 

EXEMPLOS

O setor de bares e restaurantes conta com o apoio de um protocolo com 23 páginas elaborado pela Abrasel RMC, contendo medidas e boas práticas de saúde que os estabelecimentos devem adotar para reabertura gradual dos estabelecimentos, com total segurança para os clientes.

São medidas alinhadas com as melhores práticas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e autoridades em saúde nacionais e internacionais, com sugestões a serem implementadas pelos municípios para que o setor de alimentação fora do lar possa reabrir de forma gradual e segura.

Além da cartilha da entidade do setor, o Dom Brejas Brew Pub, de Campinas, também está se preparando com medidas adicionais, segundo explica Dino Ramos, proprietário da casa.

Além dos cardápios laminados, que serão higienizados constantemente, a casa adotara na reabertura um cardápio digital Goomer, disponível no celular, para que o cliente não precise tocar no tradicional. Outra mudança será a substituição de copos de vidro, pratos, talheres e embalagens por materiais descartáveis.

Outra mudança estará nos banheiros da casa. Para evitar aglomerações, a casa está estudando um sistema de senhas, a serem distribuídas na entrada, com permissão de acesso de uma pessoa por vez. Uma faxineira também fará a limpeza do local com maior freqüência.

Outra novidade que a casa adotará para seus clientes será o fornecimento de luvas plásticas para todos os clientes. O material será entregue na mesa embalado à vácuo. Cada mesa também contará com frascos de álcool m gel.

Os funcionários também contarão com cuidados especiais, como uso de máscaras e protetores, alem de todos os Equipamentos de Proteções exigidos por lei e acessórios extras.

Com 40 franquias em funcionamento em todo o Brasil, o Lanchão Hamburgueres & Cia também está orientando mudanças em todas as unidades da rede, segundo o sócio Roger Antonio Domingues.

Antes mesmo da chegada da pandemia, a segurança dos funcionários e clientes sempre foi uma preocupação da rede, que deverá se intensifica na retomada. Os funcionários da cozinha já são obrigados a usar máscaras.

Por ser um padrão, todas as unidades possuem um espaço fechado com vidros, com sistema de ventilação para troca constante do ar. Na reabertura do espaço, estes vidros permanecerão abertos, permitindo maior ventilação do espaço e a troca constante do ar.

Os cardápios tradicionais, cobertos de plástico, também cederão lugar a um sistema de QR COD. O cliente poderá fazer seu pedido através do próprio celular, sem nenhum contato físico. Alguns cardápios, eventualmente ficarão à disposição do cliente que desejar, mas passarão por higienização constante.

  

Comentários