Holambra tem o tratamento de esgoto mais eficiente da RMC, avalia Cetesb

Holambra tem o sistema de tratamento de esgoto mais eficiente entre as 20 cidades que compõem a Região Metropolitana de Campinas. A avaliação foi divulgada pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, a Cetesb, que deu nota 10 ao município no Índice de Coleta e Tratabilidade de Esgotos da População Urbana (ICTEM). A cidade das flores foi a única da região a obter nota máxima no levantamento – seguida por Engenheiro Coelho (9,97), Itatiba (9,94), Nova Odessa (9,88) e Hortolândia (9,79).

Segundo a Cetesb, o ICTEM leva em consideração a coleta, a filtragem, a eficiência do tratamento, a destinação correta dos lodos e resíduos resultantes de todo o processo e o atendimento à legislação quanto à eficácia global da remoção de carga orgânica.

De acordo com a Prefeitura, Holambra alcançou esse ano resultados expressivos na área de saneamento. “O relatório divulgado pela Cetesb, soma-se à conquista inédita, em fevereiro, do selo Município Verde Azul, que é o certificado ambiental concedido pelo Governo do Estado aos municípios que apresentam avanços importantes no setor de Meio Ambiente”, destacou em nota.

Para o diretor municipal de Meio Ambiente, Nilson Marconato, as obras de recuperação do sistema de tratamento de esgoto da cidade foram fundamentais para que essas conquistas fossem possíveis.

“A estação de tratamento, instalada no bairro Fundão, foi completamente abandonada entre os anos de 2009 e 2012. Nesse período, Holambra chegou a não pontuar no ranking estadual de Meio Ambiente depois de ocupar a 617ª posição em 2011, entre as 30 piores cidades paulistas”, comenta.

Ao longo dos últimos dois anos o tratamento de esgoto recebeu cerca de R$ 1 milhão em investimentos vindos por meio de parceria da Prefeitura com a iniciativa privada. As obras foram entregues em 7 de maio desse ano, mesmo dia em que foi inaugurada a nova Estação de Tratamento de Água da cidade.

“A estação foi reativada e passou a tratar com qualidade os efluentes que antes eram despejados diretamente na natureza. Todo o processo de recuperação do sistema foi acompanhado de perto pela Cetesb”, explicou Marconato. “Os índices divulgados na última semana são indicativos claros de que os investimentos e o trabalho desenvolvido estão garantindo resultados extremamente positivos que beneficiam diretamente toda a população”.

Matéria: Prefeitura de Holambra

ETE-principal

  

Comentários