Homenagens à Iemanja incrementam em 30% o comércio de rosas no Brasil

Os produtores estão comemorando o crescimento de 30% nas vendas de rosas neste final de janeiro, motivado pelos festejos em homenagem à Iemanjá no litoral do Nordeste e à Nossa Senhora dos Navegantes, no Sul e Sudeste. Apenas na Cooperativa Veiling Holambra, para se ter uma ideia, foram comercializados só de rosas esta semana cerca de 1,6 milhão de hastes, o equivalente a 135 mil dúzias.

A maior parte das rosas é destinada à decoração. No entanto, a Cooperativa acredita que pelo menos 10% sejam destinados para oferendas à Iemanjá, levadas em barcos pelos pescadores em procissão e colocadas na água como presentes para a Rainha do Mar.

O Grupo Swart, um dos maiores produtores de rosas e kalanchoes do Brasil, atendeu à demanda do mercado neste final de janeiro com sua unidade de Andradas, Minas Gerais. “A procura por rosas brancas para o Dia de Iemanjá aumenta em torno de 30%, principalmente para atender as celebrações em cidades praianas do Nordeste do país, especialmente no Recife, Salvador e Fortaleza. Já na região Sul, onde se comemora o Dia de Navegantes na mesma data, existe grande demanda também pelas rosas amarelas”, explica a produtora Henrika Swart.

A mais procurada nesta data é a rosa branca, da variedade Avalanche, a mesma que foi escolhida para a abertura da novela Alma Gêmea da TV Globo (2005). Para os produtores, a data é importante por fomentar os negócios justamente em uma época de férias quando as vendas de flores geralmente são mais fracas devido à ausência de eventos e outras comemorações.

“As homenagens à Iemanjá nos ajudam manter as vendas em janeiro. Agora começamos a nos preparar para o Carnaval, quando é o mercado de decoração que colabora para movimentar o comércio de flores destinadas a enfeitar os camarotes do Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador, principalmente”, acrescenta Henrika.

iemanja

  

Comentários