Inseticida começa a ser aplicado no Guaçu-Mirim

Os agentes comunitários de saúde começaram a realizar ações de bloqueio nesta quarta-feira, dia 12, no Jardim Guaçu-Mirim, bairro com maior incidência de casos de dengue no município.

Uma empresa foi contratada para aplicar o inseticida contra o mosquito transmissor da doença.

A quantidade disponível de veneno é 50 litros, o que corresponde a três dias de trabalho.

Após esta aplicação, a Vigilância Epidemiológica remeterá ao Ministério da Saúde pedido para ampliar a quantidade para dar continuidade às ações.

A situação da dengue preocupa, porque são 103 casos e a incidência em cidades da região está muito alta.

O maior problema se volta hoje para a zona Sul, especialmente no Guaçu-Mirim, divisa com Mogi Mirim, onde já foram registrados mais de 260 casos em 2020.

A Secretaria de Saúde pede para que moradores fiquem atentos e abram suas casas para os agentes de saúde realizarem o trabalho de dedetização. A aplicação só será pausada se a chuva, que vem castigando a cidade nos últimos dias, voltar.

  

Comentários