Jaguariúna é selecionada para participar de evento na Europa

Jaguariúna foi uma das cinco cidades selecionadas, entre as 645 do estado de São Paulo, para participar de uma capacitação sobre geração de resíduos sólidos na Europa, por meio do Programa Município Verde Azul, em parceria com a União Europeia. A cidade foi escolhida por ser uma das cinco melhores nos critérios estabelecidos pelo programa como Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental.

“Nosso trabalho começa na Educação, ou seja, temos diversos projetos junto aos alunos da rede municipal de ensino para ensinar a importância da preservação ambiental. Fora isso, temos total atenção aos resíduos sólidos e gestão das águas como recuperação dos mananciais”, afirma a diretora do Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente, Rafaela Rossi de Camargo Freitas, que está participando da capacitação desde o dia 21 de agosto.

Segundo Rafaela, ela já teve a oportunidade de conhecer as experiências bem sucedidas da Bélgica, especificamente na gestão da região de Flanders e das técnicas de recuperação e tratamento de solos contaminados e se diz feliz e honrada com o convite de poder participar e trazer mais conhecimento para Jaguariúna.

“Esperamos replicar os exemplos de sucesso na gestão de resíduos de Jaguariúna, com um enfoque especial em redução e não geração de resíduos, reuso e reciclagem. Internalizar conceitos como a economia circular e conscientizar a população que é fundamental para o sucesso destas políticas públicas ambientais”, diz.

Nesta quinta-feira, 24, a diretora está na cidade de Lisboa, em Portugal, para conhecer a gestão dos resíduos sólidos na cidade luzitana.  “Visitamos a agência ambiental de Portugal e estivemos na instituição Sociedade Ponto Verde, entidade que lida com a efetivação da reciclagem em Portugal”, explica.

A capacitação foi um convite da União Europeia e os municípios selecionados têm como missão multiplicar o que estão aprendendo aos outros municípios do estado de São Paulo.

Matéria: ASCOM

  

Comentários