fbpx

Manifestantes param o trânsito em protesto contra o governo de Temer

Mogi Guaçu também teve o seu protesto contra o governo do atual presidente da República Michel Temer (PMDB). Na tarde da última sexta-feira, dia 2 de setembro, um grupo de manifestantes com cartazes nas mãos parou o trânsito nas Avenidas Padre Jaime, Mogi Mirim e Trabalhadores.

Os manifestantes se concentraram no canteiro central da rotatória do Hospital Municipal, de tempos em tempos eles se revezavam e paravam emfrente dos carros por alguns minutos com o seus cartazes em punho.

A maioria dos dizeres nos cartazes era de “Fora Temer” e “Cadê a Democracia?”. A maior parte dos manifestantes era formado por jovens que gritavam palavras de ordem como: “Governo Golpista”, “Fora Temer” e “Resistir Sempre, Temer Jamais”.

A organização do movimento havia criado um evento em uma rede social para informar as pessoas sobre o protesto de sexta-feira. Na rede social cerca de 700 pessoas confirmaram a presença nos protestos, mas o que se viu foi um número abeixo do confirmado.

Avenida Paulista

Manifestantes protestaram na Avenida Paulista, neste domingo, 4, em São Paulo, contra o impeachment de Dilma Rousseff, afastada do cargo pelo Senado Federal, na semana passada. Eles pedem a saída do presidente Michel Temer e a realização de novas eleições para presidente no país. O protesto foi organizado pelos movimentos Frente Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular, contando com a participação de políticos.

Esta foi a sétima manifestação contra o presidente em uma semana. Guilherme Boulos, coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), disse que 100 mil pessoas participaram do ato. A Polícia Militar não divulgou estimativa. No auge, a manifestação ocupou três quarteirões da Avenida Paulista.

  

Comentários