Massa fala sobre F1 e fase atual da Ferrari

Após duas temporadas representando a equipe Venturi na Fórmula E, Felipe Massa retorna ao Brasil para disputar a Porsche Endurance Series. Aos 39 anos, o ex-Fórmula 1 creditou a mudança à busca por mais competitividade e reconheceu desafios que enfrentará com a modalidade – tendo participado de apenas quatro corridas com carros de turismo ao longo dos 23 anos de sua carreira.

Vice-campeão mundial da F1 em 2008 pela Ferrari, o piloto também comentou a dura temporada da escuderia no atual campeonato da categoria, onde ocupa a sexta colocação no Mundial de Construtores, e apostou na manutenção da hegemonia de Lewis Hamilton, líder do campeonato.

O campeonato 2020 da Porsche Endurance Cup começa neste sábado, 19 de setembro, no Autódromo Velo Città em Mogi Guaçu. A corrida será transmitida ao vivo pelo SporTV 3 a partir das 11h (horário de Brasília).

“Estou empolgado por correr de volta no Brasil. Gosto de competir e continuo procurando categorias diferentes para achar uma que me dê o prazer de correr por muitos anos.

É uma experiência nova pra mim, tenho muito o que aprender, mas estou empolgado. É aprender sobre o carro, sobre o pneu, o jeito que se guia, a pista.

O carro é sem dúvidas um pouco mais quente, mas acho que a parte física não deve ser um problema. Acredito que eu continuo bem preparado fisicamente” – disse Massa.

Massa vai dividir o Porsche 911 GT3 Cup geração 991-II com Lico Kaesemodel, campeão da categoria em 2018 ao lado de Ricardo Zonta. O campeonato ainda terá outras duas etapas: no Autódromo Internacional Ayrton Senna em Goiânia, no dia 24 de outubro; e Interlagos, em 6 de dezembro.

O paulista reconheceu que a pista de abertura, no Autódromo Velo Cittá, será uma grande novidade para ele, mas apostou na experiência adquirida nos treinos, que começam na sexta-feira:

“ A Corrida do Milhão (da Stock Car, em 2018) era em um circuito meio oval, bem diferente daquilo que a gente vai ter nessa corrida. E dei umas duas ou três voltas no Velo Città, mas em outra pista; as curvas 2 e 3, talvez a 4, eram muito diferentes.

Vai ser uma experiência praticamente nova pra mim, mas tomara que eu entenda rápido o carro e a pista e esteja competitivo”.

  

Comentários