Mogi Guaçu tem seis casos de sarampo confirmados

A Secretaria de Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, atualizou na quarta-feira, dia 6 de novembro, os dados de casos de sarampo em Mogi Guaçu.

No total, foram notificados 36 casos suspeitos da doença de julho até o dia 5 de novembro. Destes, foram seis casos confirmados como positivos, 13 casos negativos e 17 casos aguardam resultados dos exames que são realizados pelo Instituto Adolfo Lutz em São Paulo.

A faixa etária dos pacientes com casos confirmados como positivo são: uma pessoa de 21 anos; uma criança de 9 meses; uma criança de 3 anos; uma criança de 11 meses e uma criança de 2 anos. O outro caso é importado de São Paulo.

Os sintomas que podem indicar que uma pessoa contraiu sarampo são febre acompanhada de tosse, irritação nos olhos, nariz escorrendo ou entupido e mal-estar intenso. Em torno de 3 a 5 dias, surgem as manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.

A notificação de uma pessoa com suspeita de sarampo deve ser urgente, em no máximo 24 horas, para que as medidas de prevenção de novos casos sejam adotadas pois o sarampo é altamente transmissível.

Mogi Guaçu está realizando uma campanha de vacinação seletiva contra o sarampo. Entre os dias 18 e 30 de novembro, serão vacinados adultos entre 20 e 29 anos de idade.

 


Comentários