No combate ao Aedes, Zona Norte teve nebulização veicular por três noites

Na noite desta quinta-feira (17), as equipes da Vigilância Ambiental e Zoonoses concluíram mais uma operação de combate ao Aedes aegypti. Iniciada na última terça-feira (15), a ação preventiva teve duração de aproximadamente quatro horas por noite.

A nebulização veicular abrangeu diversos bairros na Zona Norte, região que concentra o maior número de casos positivos de dengue este ano (13 casos). Na sequência está a Zona Leste (9 casos), enquanto a Zona Oeste registrou aumento de 4 para 5 casos. A região central se mantém com 3 casos positivos. No total, o município registra 30 casos positivos de dengue de janeiro até agora. Os dados constam no boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira (18).

Residências

Também no combate ao Aedes, o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, as equipes compostas por Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias continuam com as atividades diárias de visitas de casa a casa. A iniciativa segue todos os protocolos sanitários determinados pelas autoridades de saúde.

A Secretaria de Saúde disponibiliza a Ouvidoria SUS para denúncias de potenciais criadouros da dengue. O canal funciona de segunda a sexta-feira, pelo telefone 3806-4730.

  

Comentários