Orientadores comunitários ampliam ações de desenvolvimento local e buscam soluções para entorno

Docente do Senac Mogi Guaçu destaca importância desses profissionais e fala sobre curso inédito com bolsas de estudo voltado para esse público

Em um mundo cada vez mais globalizado, as práticas comunitárias promovem uma reflexão sobre novas formas de relação, buscando respostas às necessidades básicas, em complemento a políticas públicas e demais ações da sociedade civil. Desse modo, segundo Adriana Raquel de Paula, docente doTécnico em Orientação Comunitária no Senac Mogi Guaçu, a ação do orientador comunitário é muito importante e deve estar direcionada às soluções de problemas que as pessoas vivenciam.

Adriana esclarece que é este profissional que presta apoio técnico em ações de desenvolvimento local, com habilidades para elaborar e auxiliar em projetos socioculturais e educacionais. “O técnico está apto para mapear, planejar e avaliar ações de cultura, meio ambiente, geração de renda, saúde, educação, esporte e lazer”, aponta.

De acordo com a docente, o desafio deste profissional é conseguir mobilizar as potencialidades locais no intuito de integrar a comunidade e promover soluções para as suas demandas, “viabilizar a implantação de políticas públicas e programas sociais, a fim de promover o desenvolvimento social e humano, bem como a melhoria das condições de vida e a superação do estado de vulnerabilidade”.

Para quem tem interesse em atuar na área ou já atua e quer se especializar, o Senac Mogi Guaçu oferece pela primeira vez o Técnico em Orientação Comunitária. Durante o curso, os alunos aprenderão a planejar e mobilizar práticas de proteção social; realizar orientação social; elaborar e avaliar projetos sociais; mapear políticas e modelos atuais de desenvolvimento socioterritorial e propor oportunidades de aprendizagem no território.

“É um programa bastante amplo que tem como objetivo capacitar alunos que tenham interesse em atuar em instituições públicas, privadas e do terceiro setor, conselhos tutelares, associações comunitárias, conselhos sociais, sindicatos e cooperativas”, explica a docente. As inscrições podem ser feitas pelo Portal Senac:  www.sp.senac.br/mogiguacu.

Política de bolsas

Para se candidatar a uma vaga gratuita, o interessado deve ter renda familiar per capita de até dois salários mínimos federais. As inscrições podem ser realizadas no Portal Senac até dois meses antes da data de início do curso, a partir das 12 horas, e se encerram até cinco dias úteis antes da data de início do curso, ou quando as turmas atingirem a relação de três candidatos por vaga. Mais informações: www.sp.senac.br/bolsasdeestudo

Serviço

Técnico em Orientação Comunitária

Data: de 5 de agosto de 2019 a 21 de outubro de 2020

Horário: de segunda a quinta-feira, das 13 às 17 horas

Local: Senac Mogi Guaçu
Endereço: Rua Adelino Damião, 55 – Jardim Paulista
Informações: www.sp.senac.br/mogiguacu

 


Comentários