PALESTRAS COM NINO PAIXÃO ABREM O ANO LETIVO PARA PROFESSORES DE JAGUARIÚNA

O renomado palestrante José Meciano Filho, mais conhecido como Nino Paixão, é o convidado da Prefeitura de Jaguariúna, via Secretaria de Educação, para dar boas-vindas aos professores da rede municipal que se preparam para iniciar o ano letivo no ensino fundamental e na educação infantil. As aulas em Jaguariúna terão início em fevereiro.

Destacado também como consultor na área de educação, neuroaprendizagem, acolhimento e neurodesenvolvimento infantil, Nino Paixão ministrará palestra na quarta-feira, 29 de janeiro, no Teatro Municipal Dona Zenaide. Conforme a secretária da pasta, Cristina Pinto Catão Bonini Hosikawa, as palestras acontecerão em dois períodos: das 9h às 11h e das 13h às 15h.

“Preparamos essa acolhida aos nossos professores como abertura do ano letivo para que ele seja, mais uma vez, bastante produtivo, então, nada melhor que ouvirmos dicas e aconselhamentos de quem entende, e muito, do processo de aprendizagem”, explica a secretária. A rede municipal de ensino em Jaguariúna conta com cerca de 7,5 mil alunos do ensino fundamental e da educação infantil.

QUEM É O PALESTRANTE

José Meciano Filho (Nino Paixão) é Professor Assistente Doutor do Departamento de Biologia Estrutural e Funcional da Unicamp (Universidade Estadual de campinas) desde 1980, atuando como pesquisador e professor nos cursos de graduação em Medicina e nos cursos de Pós-graduação em Neuropsicológica e Reabilitação Neurológica Infantil.

Professor Titular do Centro de Ciências da Vida da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) desde 1981, atua como Professor nos cursos de Ciências Biológicas, Farmácia, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Terapia Ocupacional. Mestre em Ciências na área de concentração em Morfologia pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Doutor em Ciências na área de concentração em Neurociências, pela Universidade Estadual de São Paulo (USP).

É palestrante e consultor na área de educação, neuroaprendizagem, acolhimento, neurodesenvolvimento infantil e na relação escola e família e pesquisador na área de envelhecimento neurológico, neuroplasticidade cognitiva, aprendizagem e neurociências e ensino. Publicou diversos trabalhos em revistas científicas do Brasil e exterior.

Fonte: Site Academia da Palestra

Reportagem: Aluízio Santana

Foto: Divulgação

  

Comentários