Pesquisa do Ministério do Turismo revela que Turismo Cultural registrou recorde em 2019 de turistas internacionais

De acordo com pesquisa promovida pelo Ministério do Turismo em 2019, o turismo cultural registrou 13,4% de público internacional.
Esse é o maior índice dos últimos cinco anos, de acordo com a publicação Demanda Turística Internacional do MTur, realizada pela FIPE.
Os dados confirmam o crescimento do segmento de viagem pelo Brasil tanto entre o público interno como do externo.

Segundo pesquisa do IBGE, de agosto de 2020, a área de cultura motivou mais de 60% das viagens de lazer em 2019.
Em Pedreira, uma das principais atrações turísticas do setor cultural, os Museus Histórico e da Porcelana, em 2019, de acordo com os dados registrados nos livros de visitantes, o espaço museal recebeu público internacional proveniente de 25 países: Suécia, Austrália, Chile, Holanda, Marrocos, Coréia, Portugal, Colômbia, Estados Unidos, Suíça, Croácia, Itália, Canadá, Alemanha, Peru, Paraguai, França, Irlanda, México, Argentina, Inglaterra, Espanha, Sérvia, Bolívia e China.

“Os últimos balanços de público internacional revelam que em 2015, os Museus foram visitados por turistas de 13 países: Holanda, Argentina, Estados Unidos, Chile, Itália, Portugal, Paraguai, Equador, Israel, França, Austrália, Nova Zelândia e Alemanha. Em 2016, recebemos público internacional de 23 países: Armênia, Colômbia, Portugal, Alemanha, Japão, Uruguai, Inglaterra, Espanha, Canadá, Estados Unidos, Venezuela, Suriname, Cuba, México, Chile, Peru, Rússia, França, Itália, Índia, Paraguai, Holanda e Suécia.

Em 2017, recebemos de 26 países: Rússia, Peru, Portugal, Itália, Suécia, Bolívia, Paraguai, Estados Unidos, Espanha, Alemanha, Chile, Austrália, Japão, Argentina, Colômbia, Cuba, Índia, Turquia, Malásia, Inglaterra, Equador, França, Singapura, Luxemburgo, Áustria e Coréia do Sul, Em 2018, recebemos de 21 países: Chile, Argentina, Uruguai, Japão, México, Estados Unidos, Itália, Espanha, Rússia, Venezuela, China, Colômbia, Alemanha, Peru, Canadá, Índia, Holanda, Bolívia, Inglaterra, Portugal e Nova Zelândia. Em 2020, até o início da pandemia da COVID-19, registrou-se público internacional de 8 países: França, Uruguai, Chile, Estados Unidos, Japão, Bélgica, Espanha e Rússia. Esses dados merecem destaque, pois configuram um retrato da atividade turística em nosso município, principalmente antes da pandemia que pode ser considerada um impacto direto na área do turismo mundial, e esses dados nacionais e local contribuem para traçarmos novos cenários e possibilidades de desenvolvimento futuro, levando em consideração os novos desafios que o trade turístico tem enfrentado pela pandemia, desde seu início”, destaca o secretário municipal de Turismo, Rodolfo Firmino de Souza Rossetti.

  

Comentários