Prefeitura atende solicitação do CISBRA para utilização do aterro sanitário durante bloqueio das estradas

O Regional.net

Os bloqueios nas rodovias desencadeados desde o último domingo, 30, trouxeram transtornos na coleta e destinação correta de lixo dos municípios que fazem parte do CISBRA (Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico da Região do Circuito das Águas) e fizeram com que a gestão do consórcio solicitasse à Prefeitura de Itapira a autorização para utilização de seu Aterro Sanitário.

Nesta quarta-feira, 2, o prefeito de Monte Alegre do Sul e presidente do CISBRA, Edson Rodrigo de Oliveira Cunha, entrou em contato com o prefeito Toninho Bellini para expor a situação e verificar a possibilidade desse atendimento emergencial frente à impossibilidade de transporte dos resíduos até o Aterro de Paulínia, conforme contratos previamente estabelecidos. “Tendo em vista as excelentes condições de uso do nosso Aterro, especialmente após a conclusão da 3ª célula, e a excelente gestão que nos garantiram nota 9,4 atribuída pela Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) e licença até 2026, nós atendemos à solicitação”, explicou Bellini.

Aproximadamente 20 caminhões com resíduos sólidos provenientes das cidades que compõem o CISBRA (Amparo, Águas de Lindóia, Lindóia, Morungaba, Pinhalzinho, Tuiuti, Vargem, Toledo, Monte Alegre do Sul e Serra Negra) saíram hoje do ponto de transbordo de Amparo para o Aterro de Itapira, totalizando 100 toneladas de material.

Inicialmente a solicitação feita pelo Consórcio Intermunicipal era de utilização do Aterro itapirense por dois dias. Contudo, com a liberação gradual do fluxo das rodovias os depósitos de materiais ocorreram somente hoje, conforme foi informado pelo presidente Edson Rodrigo ao telefone e depois confirmado via ofício. “Agradecemos imensamente a ajuda desse município e gostaríamos de informar que a situação se normalizou e não será necessário a utilização do aterro no dia 4 de novembro de 2022”, reforça. “Informamos, por fim, que qualquer necessidade emergencial que esse município dependa do CISBRA e de nossos municípios estaremos sempre à disposição”, encerra o documento assinado pelo presidente do consórcio.

  

Comentários