Prefeitura inaugura “Sala Verde Ipê Amarelo” na Escola Municipal do Itamaraty

A Prefeitura de Artur Nogueira inaugurou na manhã de quarta-feira, dia 7 de junho, a “Sala Verde Ipê Amarelo“ na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Alcidia Teixeira Witaker Matteis, no Itamaraty. O projeto é uma iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente em parceria com a Secretaria de Educação e visa trazer atividades de conscientização e preservação do meio ambiente.

Entre os presentes no evento estavam o Prefeito Ivan Vicensotti (PSDB), o Secretário de Meio Ambiente Renato Malagó, a Secretária de Educação Elaine Vicensotti Boer , além de outros secretários e gestores da Educação. Contou ainda com a participação da empresa nogueirense Samaritá, representada pela colaboradora Jaqueline, que ao saber da iniciativa ofereceu todo apoio ao programa.

A diretora da Secretaria de Meio Ambiente , Heline Laura Martins, explicou como a Sala Verde vai funcionar, com a realização de oficinas, projetos e atividades sócio educativas. Ela também falou sobre a importância da preservação do meio ambiente e para exemplificar citou os principais encontros e acordos nacionais e internacionais como: Agenda 21, Rio+20, Protocolo de Kyoto e Acordo de Paris. “Somente através da educação ambiental é possível moldar os hábitos, os atos de consumo e a consciência das pessoas para as consequências de cada ação”.

Para encerramento da inauguração o prefeito Ivan Vicensotti e o secretário Renato Malagó plantaram uma muda de Ipê Amarelo no jardim da Escola. “É um privilégio pra mim como representante do povo estar aqui hoje, porque é muito importante a gente conscientizar, principalmente as crianças para o futuro. Precisamos pensar em construir um futuro melhor para o meio ambiente, pois é a vida que depende desse futuro. Então é muito importante conscientizar as crianças para a construção desse futuro melhor pra elas”, disse Ivan Vicensotti.

Já o secretário de Meio Ambiente, Renato Malagó falou da importância do projeto Sala Verde, que é um projeto Estadual, que visa passar os conhecimentos de ações ambientais não só para os alunos como para toda população. O projeto está totalmente aberto para a população e para parcerias com empresas privadas que possam apoiar as ações do projeto”, ressaltou.

De acordo com o site do Ministério do Meio Ambiente, o Projeto Sala Verde, coordenado pelo Departamento de Educação Ambiental, consiste no incentivo à implantação de espaços socioambientais para atuarem como potenciais Centros de informação e Formação ambiental. A dimensão básica de qualquer Sala Verde é a disponibilização e democratização da informação ambiental e a busca por maximizar as possibilidades dos materiais distribuídos, colaborando para a construção de um espaço, que além do acesso à informação, ofereça a possibilidade de reflexão e construção do pensamento/ação ambiental. É um espaço definido, vinculado a uma instituição pública ou privada, que poderá se dedicar a projetos, ações e programas educacionais voltados à questão ambiental.

  

Comentários