Prefeitura mantém Viveiro Municipal e doa mudas de árvores nativas aos moradores

Produção anual chega a 60 mil mudas e as doações são feitas de segunda a sexta, das 7h às 16h; objetivo é aumentar a arborização no município.

O morador de Jaguariúna que quiser plantar uma muda de árvore na calçada de sua casa ou em qualquer outra iniciativa que ajude a manter a qualidade de vida que o município possui, pode recorrer ao Viveiro Municipal de Mudas Nativas, mantido pela prefeitura dentro do complexo ambiental do Centro de Educação Municipal Ambiental – CEMA.

A doação é feita das 7h às 16h, de segunda a sexta-feira e as pessoas interessadas devem ligar para a Divisão de Agropecuária – telefone (19) 3867-3073. “Nosso Viveiro Municipal ocupa uma área de 5 mil metros quadrados e produz aproximadamente 60 mil mudas por ano, tendo como objetivo principal suprir a demanda de mudas para arborização urbana e para plantios em Áreas de Preservação Permanentes – APPs no município”, explica Aline Granghelli Catão, diretora do Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente.

O departamento faz parte da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), comandada pela vice-prefeita Rita Bergamasco e a produção de mudas de espécies nativas é gerenciada pela Divisão de Agropecuária. Ali, as mudas são utilizadas nos projetos municipais de restauração florestal e para doação à população, visando atender o plantio em calçadas e demais áreas urbanas.

De acordo com a secretária Rita Bergamasco, a arborização urbana traz inúmeros benefícios para a qualidade de vida da população, pois ajuda a reduzir a poluição, inclusive sonora e visual. Ela também serve para aumentar a umidade do ar, diminuir o impacto das águas das chuvas e aumentar a permeabilidade dessas águas no solo.

“Além disso, as árvores propiciam o sombreamento para pedestres e veículos, geram bem-estar à população e servem de fonte de abrigo e de alimento para insetos, aves e outros organismos, o que é muito importante para termos um ambiente urbano saudável”, explica a secretária.

Ainda de acordo com a diretora Aline Catão, “o Viveiro Municipal gera, além do acréscimo da vegetação arbórea municipal, a restauração ecológica e de conscientização da população em geral sobre a importância da arborização urbana e de sua conservação”.

  

Comentários