Projeto do Instituto Barrichello será retomado a partir de 21 de setembro em Mogi Mirim

Na última quarta-feira (1º), a Secretaria de Esporte Juventude e Lazer (Sejel) e o Instituto Família Barrichello alinharam as diretrizes para a retomada do projeto Viver Melhor. Interrompido no primeiro quadrimestre de 2020, devido à pandemia de Covid-19, o programa retorna, oficialmente, no dia 21 de setembro.

A definição ocorreu no encontro entre o secretário da pasta, Wilians Mendes, e Paula Asbahr, gerente e coordenadora do projeto, que é desenvolvido em parceria com a Secretaria de Assistência Social e o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. A data escolhida se enquadra no período já estipulado pela Sejel para a volta das suas atividades próprias e/ou em parcerias.

O trabalho seguirá o Decreto 8.450/2021 e a resolução própria da pasta, a ser publicada nos próximos dias, com as ordenações para que se respeite o combate ao novo coronavírus.

Nesta fase de retomada, o projeto promovido pelo Instituto Barrichello terá 60% da capacidade. Assim, ao invés dos 100 alunos atendidos por núcleo, o número inicial será de 60 vagas por espaço. As atividades, que têm como público-alvo idosos com idade igual ou superior a 50 anos, estão previstas para os quatro locais em que o projeto já ocorria, até 2020.

Na Acojamba, que fica no bairro Maria Beatriz, e no Ginásio do Tucurão, no Tucura, das 7h às 8h15. Já no Clube da Vila São José e no Ginásio da Vila Dias, o programa ocorre das 8h45 às 10h. Os interessados deverão realizar as inscrições no local, na primeira semana de retomada, nos dias 21 e 23 de setembro. Já nos dias 28 e 30 do mesmo mês terão início os testes físicos e as aulas práticas.

 
post
post
post

 

  

Comentários