fbpx

Saúde disponibiliza mais vacinas a partir desta quarta-feira, dia 4

Relatório divulgado pela Vigilância Epidemiológica na tarde desta segunda-feira registra que 11.464 pessoas dos grupos de risco foram vacinadas em Mogi Guaçu no sábado, dia 30, início da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe Influenza.

A cobertura vacinal corresponde a 31% da população-alvo no Município, de 36.970 indivíduos distribuídos em seis grupos de risco conforme critério do Ministério da Saúde. Em Mogi Guaçu, no primeiro dia de vacinação, considerado o “Dia D” da campanha, que se estende até 20 de maio, ocorreu o mesmo problema que em várias outras cidades, que foi a insuficiência da quantidade de doses para atender a demanda.

A procura foi muito maior que as 12 mil vacinas que a Secretaria Municipal de Saúde recebeu da DRS (Diretoria Regional de Saúde) de São João da Boa Vista, que abrange Mogi Guaçu e municípios vizinhos. Por isso o estoque se esgotou por volta das 12h00 na maioria dos postos de vacinação.

Segundo a secretária de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, a grande procura se deu em face do temor da população referente à gripe A H1N1 por equívoco de que estaria ocorrendo epidemia da doença, ao contrário de 2015, em que apenas 3.600 pessoas foram se vacinar no “Dia D”.

Já no sábado pela manhã a Secretaria de Saúde de Mogi Guaçu entrou em contato com a DRS relatando o fato. Nesta terça-feira, uma equipe da Vigilância Epidemiológica irá a São João da Boa Vista buscar nova remessa de vacinas para recomeçar a vacinação na quarta-feira.

Clara Alice esclarece que não há necessidade de a população recorrer em massa aos postos de vacinação no mesmo dia porque a campanha se estende até o dia 20. A orientação é para que telefonem antes para saber se há disponibilidade da vacina e em quais postos.

No sábado houve vacinação em todas as 19 Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família, incluindo o Centro de Saúde, e três equipes volantes foram destacadas para os supermercados Big Bom, o Lar da Terceira Idade “Padre Longino” e o Centro de Conviência “Joaquina Maria de Arruda”.

Nos dias seguintes e até o encerramento da campanha a vacinação será feita somente nas UBS e USF, das 8h às 15h30, conforme a disponibilidade de vacinas, que são fornecidas aos municípios pelo Ministério da Saúde através do Governo do Estado.

Cobertura Vacinal

Em números atualizados, os grupos de risco se constituem, em Mogi Guaçu, de 7.882 crianças de seis meses a menos de cinco anos, 1.451 gestantes, 16.359 idosos a partir de 60 anos, 239 puérperas (mulheres com até 45 dias de pós-parto), 8.340 portadores de doenças crônicas e 2.986 trabalhadores da saúde. Deste contingente, no primeiro dia de campanha foram vacinadas 2.538 crianças (32,20%), 5.938 idosos (36,30%), 337 gestantes (23,23%), 52 puérperas (21,76%), 2.056 doentes crônicos (24,65%) e 543 profissionais da área da saúde 20,12%).

Ao contrário do que se propaga erroneamente, a vacina imuniza não apenas contra o subtipo A H1N1 do vírus Influenza, mas também contra o subtipo A H3N2 e o tipo B. Mogi Guaçu registra este ano, até o momento, apenas um caso positivo de A H1N1 e nenhum caso de A H3N2 ou do tipo B.

Postos de vacinação

Centro de Saúde; UBS Zona Sul – Jardim Itamaraty; UBS Guaçu Mirim; USF Hermínio Bueno; UBS Centro Oeste – BNH; USF Centenário; UBS Zona Norte – Jd. Novo I; UBS Zaniboni; UBS Santa Terezinha; UBS Ypê II; UBS Ypê Pinheiro; UBS Martinho Prado; USF Zaniboni II; USF Fantinato  I  e  II; USF Chácaras Alvorada; USF Santa Cecília; USF Suécia; USF Chaparral; USF Alto dos Ypês.

  

Comentários