fbpx

Tarifas de ônibus vão ficar mais caras a partir do dia 9

Os passageiros das 158 linhas intermunicipais metropolitanas que atendem os municípios da região de Campinas vão pagar tarifas mais altas a partir do dia 9 de janeiro de 2016.

Segundo a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos, o reajuste será de 10,39% em média. Os valores dependem da extensão de cada linha e só serão aplicados os ônibus que são gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos.

Formam a Região Metropolitana de Campinas 20 municípios: Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.

A tarifa da linha Santo Antônio de Posse – Holambra será reajustada de R$ 3,30 para R$ 3,65. Já a tarifa da linha Santo Antônio de Posse – Campinas, que hoje é de R$ 6,65, terá seu novo valor divulgado na próxima sexta-feira, 8 de janeiro, e poderá ser consultado no sitewww. emtu.sp.gov.br.

MUNICIPAIS DE CAMPINAS JÁ ESTÃO MAIS CAROS
Os cidadão dos municípios que formam a Região Metropolitana de Campinas vão ter que se preparar para dois aumentos: a linha entre as cidades e os ônibus que circulam dentro de Campinas. Desde o último domingo, dia 3, as tarifas de ônibus municipais em Campinas subiram de R$ 3,50 para R$ 3,80, reajuste de 8,57%. O valor é o mesmo que ainda será cobrado nos ônibus municipais de São Paulo, que oferecem mais integrações, nos trens da CPTM e no metrô a partir do dia 9 de janeiro.

O Cartão Bilhete Único, o Vale Transporte e o Cartão Especial vão custar R$ 3,80. O Bilhete Único Escolar passa para R$ 1,52, e o universitário para R$ 1,90.

  

Comentários