fbpx

Vice-prefeito se reúne com secretário de Desenvolvimento Regional por mais investimentos para Mogi Guaçu

O vice-prefeito Major Marcos Tuckumantel e o presidente do PSDB de Mogi Guaçu, Fábio Aparecido Luduvirge Fileti, encontraram-se com o secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, na tarde desta terça-feira, dia 2 de fevereiro. O encontro aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, e teve por objetivo o estreitamento de relações com o município e a solicitação de recursos para investimentos nas áreas de saúde, segurança pública e infraestrutura.

Entre as demandas apresentadas estão verbas para aquisição de duas novas ambulâncias básicas, com atendimento imediatamente confirmado por Vinholi.

“Tivemos uma conversa bastante positiva para nossa cidade uma vez que o secretário demonstrou que o Governo do PSDB irá ajudar nossa cidade na implementação das pautas apresentadas”, destacou o vice-prefeito.

Segundo ele, Marco Vinholi prontificou-se em ajudar com rapidez na conquista dos repasses financeiros reivindicados, que dão conta ainda de obras de recapeamento asfáltico e de implementação de sistema de videomonitoramento.

Durante o encontro, Tuckumantel explicou que Mogi Guaçu é uma das poucas cidades da região que ainda não dispõe desta tecnologia para monitoramento por vídeo de acessos, parques, praças e vias, tão necessário para o patrulhamento das forças policiais na prevenção de crimes e amparo dos cidadãos guaçuanos, além da elucidação de delitos.

O secretário estadual garantiu que incluirá o município no programa Cidade Digital, que promove a inclusão tecnológica nos municípios, tendo como foco a melhoria da qualidade dos serviços por meio da instalação de redes, pontos públicos de acesso à internet e dos sistemas de gestão pública de segurança.

“Quando conseguirmos essa inclusão, o Cidade Digital virá diretamente ao encontro do nosso projeto municipal, principalmente, porque o Estado tem uma dívida conosco em decorrência da construção da Penitenciária Feminina de Mogi Guaçu”, destacou o vice-prefeito.

Compensação

De acordo com Tuckumantel, a vinda do presídio afetou o município nos setores de saúde, atendimento social e até mesmo no andamento de execução de processos da Vara Criminal do Fórum de Mogi Guaçu. Cerca de R$ 70 milhões foram gastos na construção da unidade prisional, inaugurada em 25 de maio de 2015.

“Já faz cinco anos que a Penitenciária Feminina está instalada na cidade, sem que houvesse, desde então, qualquer contrapartida por parte do Governo do Estado no sentido de atenuar os impactos financeiros e de serviços causados pela criação deste complexo prisional, sobretudo nas áreas de saúde e segurança pública”, explicou.

Em razão disso, ele solicitou ainda ao Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional a viabilização da construção da sede própria do 26º Batalhão de Polícia Militar de Mogi Guaçu, considerando que o serviço de segurança pública é uma competência do Estado.

Neste momento, Marco Vinholi ligou para o Secretário Executivo da Polícia Militar, Coronel Álvaro Camilo, pedindo a celeridade nesse processo de empenho para que o projeto guaçuano possa ser retomado. A nova sede da Polícia Militar local já tem área para ser construída nas proximidades da instituição do Serviço Social da Indústria (SESI), no Jardim Zaniboni I.


SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
PREFEITURA DE MOGI GUAÇU
ASSESSORIA DE IMPRENSA
Telefone: 19 38517020

  

Comentários