Violeiros de Holambra participam de encontro de Orquestras em Santa Bárbara D’Oeste

A Orquestra de Viola Caipira de Holambra participa nesse domingo, dia 22 de outubro, do 1º Encontro de Orquestras de Violas que será realizado no Novo Pátio da Usina Santa Bárbara, em Santa Bárbara D’Oeste. O evento, que acontece a partir das 9h, é uma realização da Associação Orquestra Barbarense de Violas e da Prefeitura e conta com apoio da EPTV Campinas. A entrada é gratuita.

Além do grupo de Holambra, se apresentam ainda a Orquestra de Violeiros de Pedreira, As Piracicabanas (Orquestra Feminina), Orquestra Piracicabana de Viola Caipira e Orquestra Barbarense de Violas em conjunto com integrantes da Orquestra Barbarense Feminina de Violas. “São orquestras experientes, com sete, 12 e até 16 anos de formação. Ficamos muito felizes de receber o convite para participar de um evento desse porte”, comentou o maestro da orquestra holambrense, Cristiano Scuciatto. “Apesar de estarmos começando, temos qualidade e esse convite mostra que o trabalho já é reconhecido na região”.

O grupo de Holambra se reúne desde 2015 e é composto por 30 pessoas de várias idades, profissões, nascidas em diversas cidades do país e até de fora dele – mas com um ponto em comum: a paixão por música sertaneja.

Os ensaios são realizados todas as segundas-feiras no Centro de Cultura e Eventos. Em apenas dois anos, a orquestra já tem no currículo 40 apresentações.

Para a diretora de Turismo e Cultura de Holambra, Alessandra Caratti, é um orgulho poder acompanhar de perto o desenvolvimento da orquestra. “O prefeito Dr. Fernando é um grande entusiasta e incentivador da orquestra, desde o começo. É um trabalho que valoriza nossas raízes culturais”, disse. “A integração, a troca de experiências com outros grupos é saudável e só faz crescer”.

A orquestra é resultado da Oficina Gratuita do instrumento oferecida há dois anos e meio pela Prefeitura. As aulas com o maestro são realizadas às quintas-feiras também no Centro de Cultura e Eventos. Moradores a partir dos 10 anos podem participar. Para se inscrever basta ir ao local com o Cartão Cidadão e o RG. É importante ter uma viola para levar nas aulas e para ensaiar em casa. Quase metade dos 20 anos de profissão do maestro Cristiano Scuciatto são dedicados à viola caipira.

Matéria: ASCOM

  

Comentários