Ação Social promovida pela ASA ajuda a melhorar o cardápio na mesa de muitas famílias

Feirinha” da Unasp faz a diferença na vida de pessoas sem precisar fazer força

Todas às quartas-feiras, a solidariedade, o amor ao próximo e a benevolência é manifestada nos arredores da Universidade Adventista de São Paulo – Unasp. Já há mais de cinco anos, de acordo com informações do Pastor (estagiário) Diego Coutinho, a Agência Social Adventista – ASA, promove a entrega e doações de verduras e frutas para a população carente da Região. 

“Feirinha da Unasp”, não atende só pessoas de Engº Coelho, mas também de outros municípios – Fotos: Márcio Nato Rodrigues

Segundo o Pastor, que é um dos responsáveis por zelar sobre a parte espiritual do projeto, a ação é muito mais do que só um cunho social, “Desde que abraçamos a causa, há três anos que faço parte, já conseguimos ajudar várias pessoas não só com o material, mas também com o espiritual. Além das verduras que elas levam para casa, ajudamos também as pessoas  com o alimento espiritual”, afirma.

E a palavra de Coutinho ganha ainda mais tom e cores da exatidão, com o brilho da credibilidade, quando me deparo com o casal de aposentados, Laurinda  Rocha, 73 anos, e o senhor Paulo Rocha, de 76. 

Após dona Laurinda receber os donativos alimentares, Srº Paulo exibe com orgulho a grande Bíblia que também recebeu dentre as doações expostas no espaço. “Para nós, isso tudo é uma grande ajuda e benção para as nossas vidas, as coisas estão tão caras e essas verduras que a gente recebe faz uma enorme diferença em nossa mesa”, disse a aposentada.

Srº Paulo, ao lado da esposa – Laurinda, exibe com orgulho a grande Bíblia que também recebeu na “Feirinha da Unasp”

Já o esposo Paulo, empolgado com a grande Bíblia que ganhou, disse: “Olha aqui o tesouro que vou levar para casa também, letras grandes, vou poder ler bem a Bíblia de novo”, expressa com alegria.

O estudante de teologia, Izaque Dantas, 30 anos, há oito meses coopera como voluntário na ação. Segundo o futuro pastor, mais de 300 pessoas recebem os donativos mensalmente. “Há dias, que quase 80 pessoas passam por aqui e às vezes, há pessoas de diferentes partes e regiões”, disse.

Como Dantas menciona, a “Feirinha da Unasp” – como ficou conhecida a ação social – não atende só pessoas de Engº Coelho, mas também  de outros municípios. “Já tivemos pessoas que vieram até de Limeira para pegar as verduras, Arthur Nogueira e outros municípios, ficamos felizes em poder ajudar a todos de alguma forma”, explica.

Izaque Dantas, há oito meses coopera como voluntário na ação. Segundo o futuro pastor, mais de 300 pessoas recebem os donativos mensalmente.

O trabalho que Izaque executa para ASA é totalmente voluntário, ou seja, o estudante não recebe nenhuma remuneração pelas atividades que desenvolve. Mas, mesmo assim, segundo o rapaz, é um trabalho  que preenche com muita alegria  o seu órgão chamado coração que bate dentro do peito, “Para mim é um trabalho muito gratificante, estou aqui para servir e ajudar o meu próximo naquilo em que eu puder ser útil, me sinto feliz e completado alegremente por fazer este serviço”, conclui. 

A dona de casa Keliane Chaves, 24 anos, mãe de três filhos, conta que desde que chegou em Engenheiro Coelho é beneficiada pelas doações da “Feirinha”. Para ela, todo o trabalho que é desenvolvido pela equipe da ASA, é muito “abençoado e amável”. A dona de casa diz que a atenção e carinho que recebe de todos, desde a chegada, até a saída, é incrível.  Acrescenta que o carinho demonstrado pelas pessoas, a faz sentir mais valorizada como ser humano. “Não tenho palavras para poder falar dessa gente que trabalha aqui e oferece essa ajuda para cada um de nós. São pessoas atenciosas, cuidadosas que tratam a gente com respeito, nem sei o que fazer para agradecer ou dizer o quanto isso nos faz bem”, conta a dona de casa.,   

Keliane Chaves conta que desde que chegou em Engenheiro Coelho é beneficiada pelas doações da “Feirinha”

Ela argumenta ainda que a ajuda  tem sido essencial no complemento alimentar da casa, destaca que: se não fosse as doações fornecidas pela feirinha, provavelmente não poderia consumir alguns alimentos que considera importantes para os filhos, “tudo está muito caro”, disse ela, “e a gente que vem aqui buscar as verduras, a gente vem porque precisa”, continuou, “se não fosse a ajuda, na minha mesa poderia faltar coisas essenciais para os meus filhos, esse é um trabalho muito lindo, essas pessoas que aqui estão maravilhosas”, afirma.  

Já a diretora da ASA, Erika Coutinho, declara que o trabalho para ela é uma benção sem fim, é enfática em reconhecer e exaltar toda equipe que ajuda a composição e realização dos trabalhos, para a Diretora, cada pessoa que faz parte da ação é peça valiosa nessa “construção”. Reitera que não conseguiria fazer nada sozinha e que todos que compõem a equipe são indispensáveis para a execução dos trabalhos. 

Feirinha” da Unasp faz a diferença na vida de pessoas sem precisar fazer força

“Sinto-me profundamente abençoada por estar aqui e colaborar de alguma forma com o meu semelhante, nossa equipe de trabalho é fantástica, todos contam com um espírito de amor fraterno muito grande no coração. Sem eles não conseguiríamos nem começar, são pessoas belas e de coração aberto que dispõem de seu tempo e se propõem a nos ajudar nas entregas das verduras”, explica 

Para ela, a maior recompensa que pode receber na execução do serviço é poder ter a percepção das diferentes reações de gratidão. Por meio de um olhar de alguém, ver  o brilho da satisfação. Satisfação esta que é demonstrada e acompanhada de um grande sorriso, ao receberem as verduras frescas e suculentas da horta da Unasp.  “Para mim, não há maior alegria do que ver refletido no rosto de alguém a satisfação da gratidão por ter sido bem recebido por cada um de nós e ainda poder levar para casa um alimento que os ajudará nas refeições do dia a dia, essa é a nossa melhor recompensa”, disse.

Todas as medidas de segurança e prevenção, combate a pandemia Covid-19 são rigidamente adotadas

As doações são realizadas todas às quartas-feiras, na ASA, a partir das 16h30. Não é necessário realizar cadastro, mas a entrega é feita por ordem de chegada. 

 

Por: Márcio Nato Rodrigues
  

Comentários